Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/18400
Título: Intervenção psico-sociopedagógica, junto de crianças e jovens filhos de beneficiários do rendimento social de inserção, no âmbito do projeto educativo implementado pela Qualificar para Incluir em parceria com o Colégio Ellen Key
Autor: Fonte, Maria Isabel Fernandes Marques da
Orientador: Montenegro, Elsa
Palavras-chave: Serviço social
Educação
Jovens
Rendimento social de inserção
Data de Defesa: 21-Abr-2017
Resumo: O presente relatório dá conta de uma experiência de estágio desenvolvida no âmbito do projeto educativo implementado pela associação Qualificar para Incluir em parceria com o Colégio Ellen Key, junto de crianças e jovens filhos de beneficiários do Rendimento Social de Inserção. O grupo de jovens com quem trabalhei mais de perto foi uma turma do 6º ano, constituída por 12 jovens. O relatório conta com inúmeros objetivos que estruturam e dão significado ao trabalho desenvolvido: compreender o papel, funções e tarefas que o assistente social desempenha em contexto escolar; observar (e refletir sobre) a relação que os profissionais constroem com as crianças, famílias e professores; compreender o papel que a teoria exerce na prática dos assistentes sociais no âmbito da intervenção psicosociopedagógica, bem como o lugar que a reflexividade ocupa no seio da equipa educativa (assistentes sociais, psicólogos, sociólogos, professores); perceber como é que os diferentes atores (professores, assistentes sociais e outros trabalhadores sociais) percecionam a relação que as crianças estabelecem com a escola e com o processo de aprendizagem, quais as suas expectativas relativamente ao projeto educativo e ao futuro escolar e social das crianças; observar (e refletir sobre) os dispositivos que os assistentes sociais acionam com vista a alcançar um consenso no seio da equipa educativa em torno das razões que explicam o risco de insucesso escolar a que estas crianças estão sujeitas, das práticas pedagógicas a adotar e dos procedimentos de controlo social a implementar; observar e aprender como mobilizar teorias produzidas no campo das ciências sociais e humanas na conceção e implementação de atividades sociopedagógicas com as crianças; procurar identificar quais são as variáveis independentes mais determinantes para o sucesso escolar e formação de atitudes e comportamentos das crianças beneficiárias do projeto e observar e compreender que medidas os profissionais acionam com vista a potenciar o envolvimento dos pais no processo de aprendizagem escolar e social das crianças. Neste sentido, a metodologia privilegiada na recolha de informação foi fundamentalmente a observação participante, que se traduziu na participação ativa e direta nas diversas atividades, bem como o diálogo e interação em diferentes ambientes, nomeadamente com os diferentes elementos da equipa educativa e familiares dos nossos jovens.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/18400
Designação: Mestrado em Intervenção Social na Infância e Juventude em Risco de Exclusão Social
Aparece nas colecções:ISSSP - Dissertações de mestrado em Intervenção Social na Infância e juventude em Risco de Exclusão Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Maria Isabel Fernandes Marques da Fonte.pdf3,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.