Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/22971
Título: A transição educativa entre a educação pré-escolar e o 1º ciclo do ensino básico
Autor: Cardoso, Sandra Maria Peixoto
Palavras-chave: professores formação profissional
supervisão pedagógica
educação pré-escolar
ensino do 1º ciclo do ensino básico
transição
Data de Defesa: 2018
Resumo: O presente estudo centra-se na sequencialidade entre a Educação Pré-Escolar (EPE) e o 1.º Ciclo do Ensino Básico (1.º CEB). Funda-se no pressuposto de que a transição entre ciclos ao longo dos percursos educativos é uma questão fulcral, na ótica da articulação e da continuidade, fatores decisivos para o sucesso educativo. A investigação desenvolveu-se a partir de dois grandes eixos de análise: um, o papel da EPE e as competências consideradas essenciais promover nesse nível educativo; outro, a continuidade no processo educativo das crianças entre este nível e o 1.º Ano do 1.º Ciclo. Fundamentou-se em estudos, teorias e orientações sobre o papel da educação de infância e das articulações curriculares entre estas duas etapas educativas. A pesquisa decorreu durante o ano de 2016/2017 num Agrupamento de Escolas de Lisboa, inscrevendo-se no design de um estudo de caso, uma vez que se pretende descrever, analisar e compreender aprofundadamente o fenómeno da transição entre a EPE e o 1.º CEB, num contexto específico. Utilizaram-se fontes múltiplas e variadas de dados de evidência, através de questionários, análise de documentos e observações de aulas e fazendo a análise e triangulação desses dados, num processo indutivo de apresentação dos resultados. Os resultados deste estudo retratam que, por um lado, se regista confluência nas conceções (conjunto de ideias ou de pontos de vista mais ou menos explícitos que têm por função guiar a sua prática pedagógica) dos docentes destes dois graus educativos sobre o papel da EPE e as competências promovidas no final desse nível, consonantes com o definido nos documentos legais, e que estas encontram seguimento e aprofundamento nas áreas de aprendizagem que constituem o programa do 1.º ano. Por outro lado, numa perspetiva complementar, ressaltam vínculos no modo como concebem o processo de ensino e aprendizagem, que, no entanto, não se refletem no modo como o aplicam nas suas práticas didáticas e avaliativas. Propomos uma reflexão (i) sobre o conceito de educação que se pretende promover neste Agrupamento, (ii) sobre a especificidade da EPE, para que não se enquadre numa antecipação da escolarização, (iii) clarificando, para cada nível educativo, tendo em conta a articulação e a continuidade entre estes, os seus objetivos, fundamentações e funções, nomeadamente quanto à articulação ensino-aprendizagem-avaliação.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/22971
Aparece nas colecções:ESEJD - Supervisão pedagógica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Sandra-Dissertação-27 março 2018.pdf1,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.