Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/9832
Título: A integração de profissionais dos Órgãos de Comunicação Social nas missões táticas das unidades de Infantaria
Autor: Monteiro, Cristiano
Palavras-chave: Campo militar
Campo jornalístico
Jornalistas incorporados
Jornalistas não incorporados
Data: Jul-2015
Resumo: O presente Trabalho de Investigação Aplicada está subordinado ao tema “A integração de profissionais dos Órgãos de Comunicação Social nas missões táticas das unidades de Infantaria”. Teve como objetivo geral descrever a integração dos jornalistas em operações das Forças Nacionais Destacadas e captar elementos relevantes para a potencialização das missões operacionais das unidades de Infantaria. Para a concretização deste o objetivo, delimitou-se o trabalho ao Teatro de Operações do Kosovo (1999-2014). A investigação adota uma perspetiva descritiva, com base em metodologias qualitativas, designadamente análise de documentos disponíveis e envolve técnicas padronizadas de recolha direta de informação. Foram aplicados inquéritos por entrevista a três militares, nomeadamente ao atual porta-voz do Exército e aos comandantes das forças militares portuguesas em 2013 e 2014, e a oito jornalistas que acompanharam os militares portugueses no Kosovo de 1999 a 2014. O método de abordagem utilizado na investigação é o hipotético-dedutivo. Para tal, foram elaboradas hipóteses de investigação, que são respostas provisórias ao problema, que no final do processo de investigação vão ser confirmadas ou refutadas, com o intuito de atingir o objetivo principal da investigação e por fim responder à questão central. Os resultados indicam que, o Exército tem evoluído positivamente na relação que mantém com os Órgãos de Comunicação Social, especificamente no Teatro de Operações do Kosovo. Contudo, verifica-se ainda resíduos de desconfiança de parte a parte, relativamente a informações que são mantidas em confidencialidade pelos militares. Consequentemente, esta salvaguarda da informação causa alguma consternação nos Órgãos de Comunicação Social, ou até mesmo desentendimentos entre estes e os militares, por ambicionarem o acesso a certas informações. Dos resultados conclui-se que o respeito mútuo, a responsabilidade, a honestidade são elementos importantes, já que eliminam na sua maioria a falta de credibilidade que poderá haver entre as duas partes. Valoriza-se igualmente a existência de disciplina e de um conjunto de regras pelas quais os jornalistas se devem reger, quando estão integrados com forças militares em Teatros de Operações. Isto para permitir salvaguardar tanto a segurança destes como a dos militares e para o êxito da atividade operacional. Deste modo, realça-se a importância de reforçar o investimento em ações de formação que promovam o intercâmbio entre os militares e os jornalistas para desenvolver uma melhor perceção das limitações e as possibilidades de cada um no Teatro Operações em que vão interagir.
Abstract The present Applied Research Work is subordinated to the theme: “The integration of professional media in tactical missions of the infantry unit”. It had as its general objective to describe the integration of journalists in operations carried National Forces Deployed and to capture the relevant elements for the empowerment of the operational missions of the infantry units. To fulfil the objective, the existent theoretical investigation is applied to the practical case of the Kosovo Operations Theatre (1999/2014). This is a theme with interest to the institution, given the utility for the Army and also because it is in the spotlight nowadays, as well as the curiosity that it awoke in myself. The investigation had as its foundation, the descriptive nature study, based in qualitative methodologies, such as analysis available documents and evolves standard techniques in the direct gathering of information. Inquiries by interview were applied to three military officials, namely the spokesman for the army, and the commanders of the Portuguese Military Forces in 2013 and 2014, and to eight journalists that accompanied the Portuguese military in Kosovo from 1999 until 2014. The method of approach used in the investigation is the hypothetical-deductive. For that purpose, investigation hypothesis were elaborated, which are provisory answers to the problem, that in the end of the investigation process will be confirmed or refuted, with the objective of reaching the main objective of the investigation, and lastly answer the main question. The obtained results indicate that, nowadays the Army has been evolving positively in the relation with the media, specifically in Kosovo Operation Theatre. However, there are still remnants of distrust form either part, relative to information that are kept in confidentiality by the military. Consequently, this safekeeping of information causes some constraint in the media, or even misunderstandings between them and the military, because of the ambition of the access to certain information. From the results it is concluded that mutual respect, responsibility, honesty are important elements, since they eliminate in its majority the lack of credibility that can be present between the two parts. The existence of discipline and a number of rules through which the journalists should abide by, when embedded with Military Forces in Operations Theatres. This so that the safety of the journalists and the success of the operational activities can be safeguarded. This way, it would be truly important a greater investment in the training that allowed military and journalists in confrontation and took them into realising the limitations and the possibilities of either of them in the Operation Theatre in which they are going to interact.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/9832
Aparece nas colecções:AM - CS - CC - Trabalho de Investigação Aplicada (TIA) - Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
06_363_Cristiano.MONTEIRO.pdf1,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.