Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/3079
Título: Portugal no momento fundador da NATO-RAM (à) portuguesa?
Autor: Pimenta, Catarina
Palavras-chave: Forças Armadas
História
Teoria
NATO (EUA, 1949)
RMA
Portugal
Data: 2010
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: 4ª Série;Nº 125 (Primavera 2010)
Resumo: No quadro da problematização da designada “revolução nos assuntos militares” (RAM), o artigo pretende discutir o alcance das transformações ocorridas nas forças armadas portuguesas nos anos seguintes à adesão à NATO, em 1949. Em concreto, o ensaio assume um duplo propósito. Por um lado, aspira contribuir para o debate teórico em torno da RAM (que tem sido negligenciado em nome de imperativos operacionais), tentando aferir a pertinência e as insuficiências teóricas do conceito. Por outro lado, importa avaliar até que ponto as mudanças verifi cadas na instituição militar (de índole tecnológica, organizacional, conceptual e doutrinária) constituíram, à luz das considerações tecidas a propósito do conceito de RAM, uma revolução nos assuntos militares portugueses.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/3079
ISSN: 0870-757X
Versão do Editor: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/nacaodefesa/textointegral/NeD125.pdf
Aparece nas colecções:IDN - Revista Nação e Defesa

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
NeD125_CatarinaPimenta.pdf187,59 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.