Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/27331
Título: 1a RECOMENDAÇÃO BRASILEIRA PARA O GERENCIAMENTO DE BIOFILME EM FERIDAS CRÔNICAS E COMPLEXAS
Autor: Rama, Debora
Fonseca, Bianca
Blanck, Mara
Palavras-chave: Biofilme
Feridas complexas
Feridas crónicas
Data: 2018
Editora: SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM EM FERIDAS E ESTÉTICA - SOBENFEE
Resumo: Muito tem sido discutido sobre a importância dos biofilmes no cenário da saúde, suas complicações e dificuldades de tratamento. A SOBENFeE, através dessas recomendações, vem contribuir para este cenário fornecendo ferramentas que podem ajudar a gerir os casos de feridas com biofilme entender sua origem, estrutura, composição e etapas de formação de modo que possamos obter o conhecimento necessário para prevenção e controle. Sabemos que o maior problema na cicatrização em feridas crônicas e complexas é o tempo necessário para o tratamento dessas feridas, o que determina um impacto financeiro nas instituições, públicas e privadas, e, o que é mais grave, causando um problema de Saúde Pública pelo comprometimento da qualidade de vida desses pacientes. No Brasil, infelizmente, ainda não temos dados estatísticos sobre os pacientes portadores de feridas e os tipos de feridas prevalentes. Torna-se importante reduzir as complicações em uma ferida, principalmente com a problemática da resistência bacteriana e consequente restrição de opções de antimicrobianos para o trata- mento, relevante questão de Saúde Pública mundial. Entender os diversos aspectos da ferida, desde suas dimensões, tipos de leito, cor, odor, quantidade e tipo de exsudato, aspectos das margens ou bordos da lesão, processo inflamatório, eventual processo infeccioso (local ou sistêmica), necessidade de desbridamento (técnica mais adequada) e por último – mas não menos importante - qual a escolha da cobertura mais adequada para o tratamento. Cabe reconhecer o biofilme como uma entidade com grande relevância clínica para o tratamento de feridas complexas, sendo de extrema necessidade e urgência a definição de medidas sistematizadas para seu controle, baseadas em evidências científicas. É fundamental portanto saber reconhecer sinais e sintomas que sugerem grande probabilidade de presença de biolfime e dispor de alternativas capazes para seu tratamento - alguns já existentes, outras em desenvolvimento, mas que sejam verdadeiramente efetivas - pois o biofilme já mostrou ser extremamente complexo e eficaz, no que se sabe sobre sua sobrevivência frente a diversos tipos de tratamento para sua erradicação. É importante dar ênfase à necessidade de um diagnóstico preciso - com o olhar na pessoa como um todo, com suas comorbidades associadas, classificação de feridas - e plano de cuidados bem estruturado, que permitam, assim, efetividade e melhores resultados na qualidade de vida para o “paciente com um melhor custo”.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/27331
Aparece nas colecções:ELCOS - Documentos de Referência & Instrumentos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Manual de Recomendacoes para Gerenciamento do Biofilme_Sobenfee.pdf882,26 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.