Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/25647
Título: O papel da saliva na erosão dentária
Autor: Dias, Pedro Miguel Canhoto
Orientador: Mesquita, Maria Fernanda de
Palavras-chave: Erosão dentária
Saliva
Desgaste dentário
Película adquirida
Data de Defesa: Nov-2018
Resumo: A erosão dentária tem vindo a aumentar a sua prevalência e incidência nas mais diversas populações em todo o mundo. A erosão dentária não tem origem bacteriana, sendo causada pela presença de ácidos na cavidade oral, quer estes sejam endógenos ou exógenos, originando perda dos tecidos duros dentários. Estes ácidos promovem o decréscimo do pH oral e ao atingirem as superfícies dentárias promovem a sua desmineralização e dissolução, sendo por isso determinantes neste processo. Afim de controlarmos esta situação, uma anamnese correcta do paciente é imprescindível, associada a um bom exame clínico para a detecção precoce de lesões erosivas iniciais. O seu cumprimento levar-nos-á ao controlo da erosão, com o objectivo de reduzir a severidade das lesões, e por consequente, a necessidade de tratamentos mais invasivos e menos económicos. A saliva é um dos factores biológicos mais importante para a protecção contra a erosão dentária. Ao encontrar-se em constante contacto com a cavidade oral e com os dentes, os seus constituintes e características são fulcrais para que se instale e desenvolva a erosão dentária. A taxa de fluxo salivar, o pH, a sua composição orgânica e inorgânica e a película adquirida constituem diversos factores salivares envolvidos na erosão. Pela avaliação destes factores e pela sua associação aos hábitos comportamentais do paciente, é possível chegar-se a um diagnóstico precoce, e a uma avaliação do risco de erosão de cada paciente. Sem estas acções não será possível actuarmos na prevenção e controlo da erosão dentária, de modo a ser possível diminuir a sua incidência e consequências. De futuro, novos estudos devem ser desenvolvidos de forma a não existirem contrassensos na associação dos diversos factores envolvidos à erosão dentária. É também importante que exista a criação de um índice padronizado, acessível a todos os clínicos, para que o diagnóstico da erosão dentária seja mais preciso e rigoroso.
Dental erosion has been increasing its prevalence and incidence in the most diverse populations around the world. Dental erosion has no bacterial origin and is caused by the presence of acids in the oral cavity, whether they are endogenous or exogenous, causing loss of hard dental tissues. These acids promote the decrease of the oral pH, and when they reach the dental surfaces they promote their demineralization and dissolution, being therefore determinant in this process. In order to control this situation, a correct patients’ anamnesis is essential, associated with a good clinical examination for an early detection of initial erosive lesions. Its compliance will lead us to erosion control, with the aim of reducing the severity of the lesions, and consequently the need for more invasive and less economical treatments. Saliva is one of the most important biological factors for protection against tooth erosion. As it is in constant contact with the oral cavity and with the teeth, its constituents and characteristics are central to the installation and development of dental erosion. The salivary flow rate, the pH, its organic and inorganic composition and the acquired pellicle constitute several salivary factors involved in the erosion. By evaluating these factors and their association with the behavioral habits of the patient, it is possible to achieve to an early diagnosis, and an evaluation of the risk of erosion for each patient. Without these actions we will not be able to act in the prevention and control of dental erosion, in order to be able to reduce its incidence and consequences. In the future, new studies should be developed in order to not existing contradictions in the association of the various factors involved in dental erosion. It is also important to create a standardized index, accessible to all clinicians, to make the diagnosis of dental erosion more accurate and rigorous.
Descrição: Dissertação para obtenção do grau de Mestre no Instituto Universitário Egas Moniz
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/25647
Designação: Mestrado Integrado em Medicina Dentária
Aparece nas colecções:EM - IUEM - Medicina Dentária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dias_Pedro_Miguel_Canhoto.pdf1,35 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.