Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/22904
Título: As relações económicas luso-brasileiras desde a década de noventa : uma visão estratégica
Autor: Silva, Joaquim Ramos
Palavras-chave: Política internacional
Economia internacional
Relações internacionais
Relações económicas
Política externa
Política interna
Política de defesa
Recursos energéticos
Petróleo
Estratégia
Orçamento de defesa
Geopolítica
Conceito Estratégico de Defesa Nacional
Marinha
BRIC
América do Sul
China
Portugal
Brasil
Data: 2014
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: Nação e Defesa;138
Resumo: A partir dos anos 1990, as relações económicas entre Portugal e o Brasil entraram numa nova fase do seu desenvolvimento histórico, em particular com maior participação das empresas e dos seus investimentos. Sobretudo nos anos 2000, o processo chamou a atenção dos investigadores, principalmente dos dois países, e foi objeto de um número razoável de trabalhos, tanto publicações (livros, artigos e capítulos) como académicos (teses e dissertações). Sob várias óticas, teóricas e empíricas dentro da economia e da gestão (por exemplo, a economia internacional e os recursos humanos), têm sido abordados não só os movimentos comerciais, de investimento direto e financeiros, mas também realizados, entre outros, estudos comparativos setoriais e de caso. A investigação tem sido conduzida em diálogo aberto com outras áreas científicas, como a ciência polí-tica, as relações internacionais, a sociologia e a história. O presente artigo resume alguns dos principais resultados destas pesquisas, atualiza dados para os últimos anos e reflete sobre o processo agora caminhando para o seu quarto de século. Apesar da sua força e interesse analítico, na medida em que são um caso dentro da problemática mais geral das proximidades linguísticas e culturais e seus impactos económicos e financeiros, tema que conheceu novo vigor no contexto da globalização e da integração regional que prevaleceu nas últimas décadas, as relações económicas luso-brasileiras não foram até à data integradas numa visão estratégica na via do seu natural aprofundamento, em particular por parte das instâncias políticas, que aliás lhe introduziram por vezes descontinuidade. O artigo aborda estas questões e refere caminhos para a sua superação e melhor aproveitamento do seu potencial, especialmente para Portugal, dada a assimetria básica destas relações.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/22904
ISSN: 0870-757X
Versão do Editor: https://www.idn.gov.pt/publicacoes/nacaodefesa/textointegral/NeD138.pdf
Aparece nas colecções:IDN - Revista Nação e Defesa

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
NeD138_JoaquimRamosSilva.pdf678,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.