Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/18758
Título: A atitude dos consumidores perante a Internet of Things
Autor: Pereira, Inês de Almeida Ribeiro dos Reis
Orientador: Motta, Joana Terra
Palavras-chave: Internet of Things
Comportamento do consumidor
Aceitação da tecnologia
Smart Home
Data de Defesa: 28-Jul-2017
Resumo: A Internet of Things / Internet das Coisas (IoT) é descrita como a nova evolução da Internet, tratando-se de uma tendência em expansão. Pode ser definida de forma breve, como uma interligação em rede, onde as “coisas” (que podem ser desde objetos, a automóveis ou casas), comunicam entre si autonomamente, realizando tarefas e prevendo situações, facilitando a vida dos seus utilizadores e da sociedade, em diversos domínios. Este estudo procura determinar qual a atitude dos consumidores, através da sua opinião e grau de aceitação, perante um cenário onde esta tendência predomine, utilizando o caso das smart homes como contexto de aplicação. Para tal, foi realizado um inquérito por questionário online a uma amostra de 151 indivíduos portugueses com mais de 16 anos, com o propósito de analisar onze variáveis, como a intenção de uso, privacidade, confiança ou relação com a tecnologia, e assim, identificar diferenças de opinião em função do sexo, idade ou constituição do agregado familiar de um indivíduo. Como principais conclusões, foi determinado que a privacidade e a confiança são os assuntos mais polémicos na área das smart homes, existe um grau de aceitação elevado por este conceito, e que diferentes gerações, assim como homens e mulheres, têm opiniões divergentes, originando perfis de consumidores diferentes.
The Internet of Things can be described as the new evolution of the Internet, and it is certainly an ascending trend. It can be briefly defined as an interconnected network, where “things” (which can be for example objects, cars or houses) communicate with one another autonomously, performing tasks and predicting situations, in a way to make life easier for its users and society in several domains. This research focus on determinating the attitude of the consumers, through their opinion and degree of acceptance, in a scenario where this trend prevails, using the case of smart homes as application context. An online survey was applied to a sample of 151 Portuguese individuals over 16 years old, with the purpose of analyzing eleven variables, such as intention to use, privacy, trust or relationship with technology, and thus, identify differences in opinion based on individuals’ gender, age or household constitution. As the main conclusions, it has been determined that different generations, as well as men and women, have divergent opinions, originating different consumer profiles, privacy and trust are the most controversial subjects concerning smart homes, and there is a high degree of acceptance of this concept.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/18758
Designação: Mestrado em Marketing Digital
Aparece nas colecções:UE - TDM - Teses de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de M-MD - Inês Pereira 50033691.pdf2,63 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.