Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/16143
Título: Qual o contributo que o enfermeiro especializado poderá dar para a identificação de um potencial dador de órgãos?
Autor: Palmeiro, Vanda Rute Patrício
Orientador: Ferreira, Jorge
Palavras-chave: Cuidados de enfermagem
Transplante
Doadores de órgãos
Pessoa em situação critica
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: A escassez de órgãos para transplantação é uma problemática atual. O número de pessoas em lista de espera para um transplante é elevado e, o número de dadores é manifestamente insuficiente para satisfazer estas necessidades. O enfermeiro pela sua proximidade aos clientes na prestação de cuidados, ocupa uma posição privilegiada para a identificação de potenciais dadores. O tratamento ativo dos potenciais dadores requer conhecimentos e competências para as quais o enfermeiro especializado em pessoa em situação critica deverá estar desperto. Este trabalho procura refletir o percurso vivenciado para o desenvolvimento e consolidação dos conhecimentos e competências necessárias para a especialização nesta área. Para a sua concretização realizei estágios em locais e instituições de referência na doação e transplantação, que me permitiram prestar cuidados de excelência ao potencial dador e sua família, tendo por base as competências especificas estabelecidas pela Ordem dos Enfermeiros para o Enfermeiro Especialista em Pessoa em Situação Crítica. A análise efetuada foi de acordo com o Modelo Transacional de Afaf Meleis. Procurei atingir na área de Colheita e Transplantação um grau de perita, em conformidade com o referencial teórico de Patrícia Benner. Na unidade de cuidados intensivos neurocirurgicos, pude observar a identificação de mais do que um potencial dador, e tive a oportunidade de realizar o seu tratamento ativo. Acompanhei o incansável trabalho da Coordenadora de colheita e transplantação do mesmo Hospital na tentativa de identificação de potenciais dadores. Em Espanha assisti ao trabalho realizado por um dos Gabinetes de Coordenação de Colheita e Transplante com maior atividade a nível mundial, fiquei a conhecer o protocolo de dador de coração parado existente numa das comunidades de Espanha e, que se relaciona de forma muito restrita com o seu serviço de emergência Pré-hospitalar. Esta relação levou-me a considerar pertinente a realização de estágio nesse mesmo Pré-hospitalar, de forma a acompanhar desde o início o protocolo. Durante todo este percurso foi possível concretizar as atividades previamente estabelecidas e que permitiram alcançar as competências delineadas para a pessoa em situação crítica e, especialmente, para a área da colheita e transplantação de órgãos, arriscando afirmar ter logrado obter o grau de perita nesta mesma área.
Descrição: Mestrado , Enfermagem em Pessoa em Situação Crítica, 2013, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/16143
Aparece nas colecções:ESEL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório de estágio - Vanda Palmeiro.pdf27,45 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.