Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/14603
Título: A relevância geoestratégica da Turquia para a segurança energética da União Europeia : o caso do gás natural
Autor: Ermida, Graça
Fernandes, José Pedro Teixeira
Palavras-chave: Segurança energética
Geoestratégia
Gás natural
Infra-estruturas
UE (a partir de 1993)
Ásia Central
Cáucaso
Médio Oriente
Rússia
Turquia
Data: 2013
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: 5ª;N 136
Resumo: Nos próximos anos a União Europeia terá crescentes necessidades de importação de gás natural, existindo uma preocupação com os riscos inerentes à dependência face ao gás russo, especialmente nos países do centro e leste europeu. Esses riscos foram evidenciados pelas crises e conflitos que opuseram a Rússia à Ucrânia e à Geórgia e mostraram à União Europeia a necessidade de encontrar alternativas que diminuíssem a sua vulnerabilidade. As alternativas possíveis passam por incrementar a produção de shale gas, aumentar a importação do Gás Natural Liquefeito e diversificar os fornecedores. A União Europeia tem apostado num corredor meridional de gás, cujo objetivo é obter fornecimento do Médio Oriente, do Cáucaso do Sul e da Ásia Central. Esta opção europeia faz ressurgir a importância geoestratégica da Turquia. No artigo propomo-nos discutir a estratégia europeia para diminuir a sua vulnerabilidade energética no abastecimento de gás natural e as vantagens que poderão resultar do reforço da relação com a Turquia nesta área.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/14603
ISSN: 0870-757X
Versão do Editor: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/nacaodefesa/textointegral/NeD136.pdf
Aparece nas colecções:IDN - Revista Nação e Defesa



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.