Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/12412
Título: Motivações Institucionais versus Motivações Ocupacionais das Praças da Força Aérea
Autor: Terenas, Bruno
Palavras-chave: Motivação
Praças
Caracterização pessoal
Motivações Institucionais
Motivações Ocupacionais
Jovens
Influências externas
FAP
Formação
Data: 2010
Editora: IUM
Resumo: A Força Aérea Portuguesa (FAP) debate-se com um problema recorrente, sobre uma das questões essenciais na transformação da profissão militar que é procurar compreender de que forma as motivações, institucionais e ocupacionais, influenciam os militares da Força Aérea Portuguesa, neste caso específico e o mais complexo, a classe de Praças. Para concretizar essa intenção recorreu-se ao método de investigação em ciências sociais proposto por Raymond Quivy e Luc Van Campenhoudt. Este método é constituído por três fases, a ruptura, a construção e a verificação, e iniciou-se numa primeira etapa com a formulação de uma pergunta de partida – onde se procuraram respostas através da formulação e exploração de hipóteses – continuou com a exploração, a problemática, a construção do modelo de análise, a observação e a análise de informações e finalmente, terminou com as conclusões e recomendações. Como enquadramento para a problemática, foram apresentados e desenvolvidos alguns tópicos que contribuiriam para uma melhor compreensão do fenómeno, como sejam: avaliar o perfil das Praças (Quem são?), caracterizar o seu posicionamento face ao ingresso na FAP (influências e divulgação) e conhecer as motivações institucionais e/ou ocupacionais que interferiram com as suas decisões. As pesquisas iniciais efectuadas no âmbito deste trabalho demonstraram que a forma mais adequada para aferir com maior precisão os motivos que levam os jovens a alistar-se na FAP como Cabos e a sua caracterização, passaria por questionar os Cabos que ainda se encontram sem vícios ou pelo menos com a menor quantidade deles. Para tal, recorreu-se a um inquérito por questionário de “administração directa” dirigido e completado por cada um dos 76 militares, Cabos, que se encontravam em curso, em Dezembro do ano de 2009, no CFMTFA, na OTA. Esta investigação permitiu identificar a existência de várias motivações que contribuem para a decisão de ingresso dos Cabos na FAP. A conclusão mais importante que se pode extrair deste trabalho é que as motivações, que levam os jovens a alistarem-se na FAP, como Cabos, são ocupacionais e institucionais, mas são essencialmente institucionais e de dimensão “intrínseca” como sejam o Sentido de honra e dever, o Espírito de corpo, a Carreira militar e a Disciplina. Abstract: The Portuguese Air Force has been struggling with a recurrent problem, about one of the essential questions in the transformation of the military profession that is to understand in what ways the institutional and occupational motivations influence the servicemen and women of the Portuguese Air Force, in particular in the complex case of the Corporal Class. To materialize this intention the scientific method in social sciences was used, as proposed by Raymond Quivy and Luc Van Campenhoudt. This method is divided in three phases, the rupture, the construction and the verification, whereby starting with the formularization of one central question (where we look for answers through the formulating and exploration of hypotheses) going through: the exploration, the understanding of the problematic, the construction of the analysis model, the observation, the analysis of information and culminating with the conclusions. As a framing for the problematic, they are presented and developed some topics that contribute for the better understanding of the phenomenon, as such: to evaluate the profile of the Corporal Class (Who are they), to characterize its standing regarding the enlistment on the PtAF (influences and information) and to know what are the institutional and/or occupational motivations that intervene with their decisions. In the scope of this work, has become demonstrated that the most beneficial approach to the survey, with the purpose of getting a higher degree of precision in the answers, is to question the youngest servicemen and women, still free from vices, about the reasons that lead them to sign up to PtAF and its characterization. In order to pursue such objective, an direct inquiry was made to 76 military Servicemen and women, still undergoing training, in December of the year of 2009, in the CFMTFA, at the OTA. This inquiry allowed the identification of several different motivations that contribute for the decision of signing up as a Corporal in the PtAF. The most important conclusion that we can extract from this work is that, motivations that lead the young men and women to signed up to PtAF as Corporals, are among occupational and institutional, but they are essentially institutional and of an “intrinsic” dimension, the Sense of Honor and Duty, the “Esprit of Corp”, the Military Career and Discipline.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/12412
Aparece nas colecções:IUM - CRC - CPOS - FA - Trabalhos de Investigação Individual

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TII_CAP_TERENAS.pdf806,21 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.