Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/12021
Título: Sistemas Não Tripulados – desafio nacional de investigação e desenvolvimento.
Autor: Cortez, Manuel
Palavras-chave: Sistemas Não Tripulados
Unmanned Aerial System
Unmanned Aerial Vehicule
Investigação e Desenvolvimento
Estratégia de I&D de Defesa
Base Tecnológica Industrial de Defesa
Estratégia de Desenvolvimento da Base Tecnológica e Industrial de Defesa
European and Defense Agency
Research and Technology Organization
Strategy of Development of Industrial and Technological Base of Defense
Industrial and Technological Base of Defense
Strategy for R&D of Defense
Research and Development
Data: 2011
Editora: IUM
Resumo: Presentemente, está a verificar-se uma evolução tecnológica associada à criação de uma nova capacidade de projectar o poder através de Sistemas Não Tripulados (SNT). O emprego de SNT continua a aumentar, isto deve-se fundamentalmente às capacidades destes sistemas em executar missões de elevado risco e ao seu baixo custo, quando comparado com os sistemas tripulados. É de realçar, ainda o facto de a maior parte da tecnologia utilizada nestes sistemas poder ser considerada de duplo uso, o que origina uma maior rentabilização do investimento neste domínio tecnológico. O destaque que é dado neste trabalho aos Unmanned Aerial System (UAS), assenta no facto de serem os sistemas não tripulados que mais têm crescido no domínio aeroespacial, pesando neste parecer o reconhecimento que lhes é atribuído no desempenho de missões, em que a versatilidade, os baixos custos e a minimização de perdas humanas, são factores determinantes. A nível nacional, é reconhecido o interesse manifestado pelas Forças Armadas e de Segurança na exploração destes sistemas. Embora a sua utilização seja efectuada em contextos diferenciados, existem requisitos técnicos que poderão ser comuns. A Estratégia de Investigação e Desenvolvimento de Defesa (EIDD) define as linhas orientadoras para as actividades de I&D de defesa, envolvendo o Ministério da Defesa Nacional (MDN) e os parceiros da Base Tecnológica e Industrial de Defesa (BTID) e do Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN), fomentando a participação destas entidades em projectos cooperativos envolvendo as tecnologias prioritárias do Plano de I&D de Defesa nas quais se incluem os SNT. O investimento neste sector representa uma forte contribuição para o desenvolvimento do nosso sistema de I&D, ao proporcionar a participação em projectos nacionais e internacionais, das instituições do sector científico-tecnológico e das empresas da base tecnológica e industrial nacional. É neste quadro que se insere o trabalho, ou seja, no apelo à adopção de medidas que contribuam para incentivar as competências nacionais no âmbito da investigação e desenvolvimento (I&D) de SNT, recorrendo para o efeito a uma governação eficaz que promova as relações interministeriais, de modo a beneficiar das sinergias existentes em torno destes sistemas. Abstract: Currently a technological development is being seen associated with the creation of a new capability to project power through Unmanned Systems. The use of Unmanned Systems continues to increase. This is mainly due to the capabilities of these systems run on high-risk missions and their low cost compared to manned systems. It must be highlighted the fact that most of the technology used in these systems can be considered dual-use, leading to a better return on investment. The emphasis given to the UAS in this paper is based on the fact of being the Unmanned Systems the area which has grown more in the aerospace industry. The recognition of this opinion is attributed to the performance of tasks in which the versatility, low costs and minimal loss of life, are decisive factors. It is recognized the interest of the Armed and Security Forces in the operation of these systems. Although its use is carried out in different contexts, there are technical requirements that may be common. The Strategy for R&D of Defense defines the guidelines for the R&D activities for Defense, involving the Defense Ministry and the partners from Industrial and Technological Base of Defense and of the National Scientific and Technological System, stimulating the participation of these entities in cooperative projects, involving the prioritary technologies of the R&D Plan of Defense, of which Unmanned Systems is a part of. Investment in this sector represents a strong contribution to the development of our R&D system by providing participation in national and international projects, by the institutions of the science and technology sector and companies of national industrial and technological base. It is within this framework that assignment fits in an appeal for adoption of measures to help stimulate national capacities in R&D of Unmanned Systems, resorting to the effect that promotes effective inter-ministerial governance that would entitle synergies that exist around these systems.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/12021
Aparece nas colecções:IUM-CRC-CPOG - Trabalhos de Investigação Individual

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TII Cor Cortez - Sistemas não Tripulados - desafio nacional de investigação.pdf818,3 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.