O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
ESHTE - Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril >
ESHTE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/2400

Title: O segmento de mercado MICE nos hotéis de luxo em Lisboa
Authors: Everard, João Nuno Vicente de Lara
Keywords: Hotelaria
Eventos
MICE
Lisboa
Hospitality
Events
Lisbon
Issue Date: Nov-2010
Publisher: Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril
Abstract: A hotelaria e os eventos são duas actividades que remontam ao princípio das civilizações, embora na sua génese estejam necessidades e vontades diferentes. Enquanto a hotelaria surge devido às necessidades de alojamento dos viajantes, os eventos encontram as suas raízes na necessidade natural do ser humano em socializar. Através da evolução socioeconómica das sociedades tanto os eventos como a hotelaria evoluíram desde as suas formas incipientes, até aos actuais modelos, que como é possível actualmente observar apresentam variadas formas. O objecto deste estudo centrou-se na verificação da importância dos eventos para a hotelaria, nomeadamente para os hotéis de cinco estrelas que constituíram o universo observável desta realidade. Para a realização deste estudo foi utilizada a metodologia de pesquisa proposta por Quivy e Champenhoudt (2008), tendo por base uma pesquisa bibliográfica e as entrevistas realizadas junto de unidades hoteleiras da cidade de Lisboa e de empresas de eventos portuguesas. A metodologia aplicada permitiu observar qual a importância atribuída pelas unidades hoteleiras aos eventos e a sua repercussão na divulgação, promoção e estrutura financeira das unidades incluídas no estudo, revelando estas que consideram, na sua maioria, os eventos mais importantes em termos financeiros que o Food and Beverage (F&B). Cônscios da importância e poder dos eventos, os hotéis consideram-nos como uma importante forma de impulsionar os seus resultados financeiros e como uma estratégia de marketing e publicidade. Apesar da consciencialização dos hoteleiros para a importância dos eventos, a falta de dimensão e o branding dos eventos são duas limitações identificadas pelos hoteleiros, para a sua realização nos espaços que têm disponíveis. Esta opinião é igualmente partilhada pelos organizadores de eventos entrevistados que, apesar de considerarem os hotéis como um venue de excelência ao concentrarem em si todas as valências indispensáveis à organização de eventos, referem as limitações estruturais e de capacidade, a falta de formação específica do staff dos hotéis, a dificuldade em acompanhar o mercado, como os maiores entraves à escolha das unidades hoteleiras como venue. Estes aspectos levam, também, os organizadores de eventos a considerarem os hotéis como meros agentes prestadores de serviços. Relativamente à capacidade competitiva de Lisboa e das suas unidades hoteleiras denota-se um deficit de infra-estruturas, quando comparado com as principais cidades europeias concorrentes, Barcelona e Paris. Estas cidades apresentam diversos venues que permitem realizar eventos de média e grande dimensão. Em contraposição observou-se que em Lisboa o maior centro de congressos não permite a organização além da média dimensão. No que concerne à oferta hoteleira, a capital portuguesa é novamente suplantada pelas suas congéneres europeias, apresentando mesmo, em muitos casos, dificuldades logísticas na realização de médios eventos. Em suma, a evolução dos eventos e da hotelaria conduziram a uma junção destas duas actividades, com os hotéis a tomarem consciência da importância dos eventos, o que se reflecte na noção de que os eventos, no universo em estudo, apresentam uma maior importância em termos financeiros que o tradicional F&B. No entanto, embora Lisboa esteja bem posicionada no ranking das cidades onde os melhores eventos têm lugar (Rosa 2008), a falta de infra-estruturas ao nível dos veneus limita a capacidade competitiva da cidade, nomeadamente ao nível dos eventos de grande dimensão.
Description: Dissertação de Mestrado em Turismo, especialização em Gestão Estratégica de Eventos.
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/2400
Appears in Collections:ESHTE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2010.04.07_.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE
© 2009 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics