O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
ESEJD - Escola Superior de Educação João de Deus >
ESEJD - Teses de Doutoramento >
ESEJD - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2238

Título: A relação entre pais e professores: uma construção de proximidade para uma escola de sucesso
Autor: Reis, Maria Paula Ivens Ferraz Colares Pereira dos
Palavras-chave: Relação pais-professor
Relação escola-família
Papel da família
Papel do professor
Formação inicial-Professor
Issue Date: 2008
Resumo: São objectivos do presente trabalho identificar os factores que promovem o envolvimento parental das famílias de nível sócio-económico baixo na escola, e propor estratégias de envolvimento parental junto das escolas e dos professores, especialmente com os que estão a iniciar a sua formação, tendo em vista minorar as dificuldades e os insucessos que as crianças manifestam, e por consequência, evitar o abandono escolar. De forma a avaliar as três das dimensões do envolvimento parental em escolas portuguesas, designadamente, a comunicação entre a escola e a família, o envolvimento da família em actividades na escola, e o envolvimento da família em actividades de aprendizagem em casa, aplicaram-se dois questionários em duas versões distintas, uma para pais e outra para professores, a uma amostra de 591 sujeitos resultante de uma investigação longitudinal integrada, em escolas portuguesas do 1º ciclo. A análise dos resultados permitiu identificar um grupo de 24 famílias de nível sócio-económico baixo, que apresentava, ao contrário do que era esperado, um nível alto de envolvimento parental na escola e em casa. Através da realização de entrevistas a famílias deste grupo, procedeu-se à identificação de factores que estavam associados a um alto envolvimento parental tendo-se apurado como significativos: i) o modelo de proximidade que o professor estabelece com os pais, baseado num conhecimento real de cada aluno e de cada família; ii) a partilha de informação e a forma como a comunicação se processa, o que permite aos pais minimizarem os anseios, as preocupações e dificuldades, bem como, uma participação mais activa na escola, face a um maior apoio pedagógico; e, por último, iii) um acompanhamento mais efectivo das actividades de aprendizagem em casa e nos tempos livres. Paralelamente, de salientar que o bom aproveitamento escolar, associado a expectativas positivas que os pais têm relativamente aos filhos, facilitou e promoveu o envolvimento parental.Foi igualmente possível confirmar que os pais, apesar de continuarem interessados e envolvidos, sentiam que na transição para o 2º ciclo o afastamento acontecia e que a partilha se tornava mais complicada. De facto, foi bem evidente a referência a um número crescente de dificuldades, quer na comunicação com a escola e o professor, quer na compreensão de certas áreas de ensino, decorrentes de uma insuficiente formação académica. Nestas circunstâncias, justifica-se na formação inicial dos educadores e dos professores uma sensibilização e abordagem mais adequadas e vocacionadas para esta temática (principalmente para os do 2º ciclo), dando especial atenção às áreas comunicacionais e pedagógicas,encorajando-os na criação de estratégias criativas que forneçam às famílias condições de apoio em todo o processo educativo, com base nos seus interesses e empenho.
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/2238
Appears in Collections:ESEJD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
PAULA.COLARES.Relacao.Pais.Professores.pdf1,97 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE
© 2009 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics