O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
IDN - Instituto da Defesa Nacional >
IDN - Cadernos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1778

Título: Dinâmicas migratórias e riscos de segurança em Portugal
Autor: Rodrigues, Teresa Ferreira
Palavras-chave: Migrações
Imigração
Segurança internacional
População
Demografia
Ameaças
Europa
Portugal
Issue Date: Nov-2010
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: III;Nº 2
Resumo: Os movimentos migratórios representam uma das manifestações mais evidentes do estreitamento do planeta. Na última década, as regiões com melhores indicadores de bem‑estar e oportunidades tornaram‑se, na sua quase totalidade, espaços de imigração. Mas as oportunidades geradas pela globalização económica, os avanços das comunicações e dos transportes, a difusão de informações sobre níveis regionalmente diferenciados de qualidade de vida e bem‑estar irão inevitavelmente fazer aumentar os volumes de migrantes. As próximas décadas serão de desafio e oportunidade. Para a generalidade dos países receptores, e em particular para a Europa envelhecida, com percentagens cada vez mais elevadas de residentes não europeus, o impacto dos fluxos migratórios torna‑se difícil de prever, a médio e longo prazo. As consequências também serão imensas para Portugal e colocam‑se a vários níveis. Historicamente um país de emigrantes, Portugal tornou‑se atractivo nos anos noventa e, em 2007, o número de residentes teria começado a reduzir‑se, não fora o saldo migratório positivo. No entanto, esses novos efectivos não se distribuem uniformemente no território. Existem perfis migratórios diferenciados em termos regionais, resultado de formas e cronologias de desenvolvimento económico e social, os quais geram desafios, riscos e oportunidades também elas diversas. Este trabalho propõe‑se: 1) avaliar a importância das actuais dinâmicas migratória; 2) apresentar a tipologia do imigrante por regiões, utilizando indicadores demográficos, acrescidos de informações de carácter socioeconómico (naturalidade, motivo de entrada, nível educativo, posição face ao emprego, sector de actividade). Em função desse perfil 3) discutir a existência de áreas do território particularmente vulneráveis e as iniciativas até hoje tomadas para mitigar os potenciais riscos de segurança a elas associadas. A partir dessa base 1) discutem‑se os desafios futuros, baseados em três cenários de evolução possível dos fluxos migratórios até 2020;2) identificam‑se os aspectos, sectores e zonas geográficas de intervenção prioritária, na óptica da segurança interna nacional, complementada com algumas sugestões de actuação.
Arbitragem científica: yes
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1778
ISBN: 978-972-9393-19-8
Versão do Editor: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/cadernos/idncaderno_2.pdf
Appears in Collections:IDN - Cadernos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
IDNCadernos_IIISerie_N02.pdf4,8 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

© 2014 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia