O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
IDN - Instituto da Defesa Nacional >
IDN - Revista Nação e Defesa >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1486

Título: Implicações Estratégicas da Indústria de Defesa Europeia
Autor: Sarmento-Coelho, Manuela
Palavras-chave: Indústria militar
Estratégia
Defesa da Europa
Globalização
Pós-guerra fria
NATO (EUA, 1949)
UE (a partir de 1993)
Europa
Pacífico
Ásia
Portugal
Issue Date: 1999
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: 2ª Série;Nº 90 (Verão 1999)
Resumo: O presente trabalho intitulado "Implicações Estratégicas da Indústria de Defesa Europeia" versa a indústria de defesa europeia e a indústria de defesa portuguesa e tem como objectivos principais examinar as suas opções estratégicas. Nesta perspectiva, enquadra-se o tema no contexto mundial, analisando os mercados dos Estados Unidos da América, da União Europeia e dos países da Ásia-Pacífico e dá-se relevância à Organização do Tratado do Atlântico Norte. Realiza-se a análise estratégica da indústria de defesa europeia, avaliando as suas principais indústrias sediadas na Alemanha, em França e no Reino Unido. A competitividade e sustentabilidade da indústria de defesa europeia dependem fortemente da vontade política dos países para flexibilizarem e adaptarem as suas estratégias, por forma a criarem consensos, nos vários domínios da Defesa e Segurança. Posteriormente examinam-se as principais indústrias de defesa portuguesas e analisam-se as suas perspectivas de desenvolvimento e expansão, tendo como base o reforço dos factores de competitividade, nomeadamente a inovação e a adaptação às necessidades dos mercados. Argumenta-se também sobre a necessidade da Identidade Europeia de Segurança e Defesa, da Política Externa de Segurança Comum e da Agência Europeia de Armamento serem realidades concretas, por forma a que a Europa se possa defender autonomamente. Por último traçam-se as opções estratégicas - nos espaços nacional e europeu - que devem, por um lado, fomentar a reestruturação, a reorganização e a racionalização das empresas e, por outro, promover a colaboração em projectos e a realização de parcerias, de fusões e de alianças com empresas da União Europeia, dos Estados Unidos e da região Ásia-Pacífico
Arbitragem científica: yes
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1486
ISSN: 0870-757X
Versão do Editor: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/nacaodefesa/textointegral/NeD90.pdf
Appears in Collections:IDN - Revista Nação e Defesa

Files in This Item:

File Description SizeFormat
NeD90_ManuelaSarmentoCoelho.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

© 2014 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia