O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
RDIPB - Repositório Digital do Instituto Politécnico de Beja >
RDIPB - Departamentos >
RDIPB - D-AHD - Artes, Humanidades e Desporto >
RDIPB - D-AHD - Artigos em Revistas com Peer Review >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1287

Título: A composição corporal, o vo2máx. e o estilo de jovens do Ensino Superior
Autor: Leal, João
Calvo, Tomás
Sanchez Miguel, Pedro
Menayo Antúnez, Ruperto
Cervelló Gimeno, Eduardo
Palavras-chave: Obesidade
Estilos de vida
Actividade física
Issue Date: Dec-2008
Citação: Leal, J., Calvo, T., Sanchez Miguel, P., Menayo Antúnez, R. & Cervelló Gimeno, E. (2008). A composição corporal, o vo2máx. e o estilo de jovens do Ensino Superior. Motricidade, 4(4),73-79.
Resumo: Este estudo teve como propósito caracterizar os elementos da amostra relativamente à sua composição corporal, através do índice de massa corporal e da percentagem de massa gorda, à capacidade cardiorrespiratória, aos hábitos alimentares e de consumo de tabaco, índices de prática de actividade física e verificar se existiam relações estatisticamente significativas entre estas variáveis. Métodos: decorreu em 2006 e 2007 e foi realizado no município de Beja, cidade do Sul de Portugal. Foi utilizada uma amostra constituída por 183 alunos que frequentavam no ano lectivo 2006/07 o 1º ano dos cursos existentes numa instituição do ensino superior, com idades compreendidas entre 18 e 40 anos. Através de um questionário, da prova de Astrand e da técnica da bioimpedância eléctrica obtivemos os resultados que nos permitiram atingir os objectivos pretendidos. Utilizámos o programa Bodygram para a obtenção dos dados relativos ao índice de massa corporal e à percentagem de massa gorda e o programa SPSS versão 14.0, para realizar a análise descritiva dos dados, uma análise de variância e ainda uma análise correlacional. Resultados: Verificámos que 62,8% dos elementos da amostra apresentavam valores de percentagem de massa gorda acima do recomendado e que 55,7% obtiveram valores de VO2máx. muito baixos. Verificámos também que 61,7% não se consideravam sujeitos activos no que se refere à prática de actividade física regular, apresentando-se esta variável correlacionada com o VO2máx. (p=0,01). Conclusões: Pudemos concluir que a maioria dos elementos da nossa amostra apresentava baixos índices de adesão à prática da actividade física, deficiente capacidade cardiorrespiratória e valores elevados no que se refere à percentagem de massa gorda. A prática da actividade física revelou-se correlacionada positivamente com a capacidade cardiorrespiratória. É necessária a implementação de campanhas mais eficazes de combate à obesidade e de sensibilização para a prática regular da actividade física e de bons hábitos alimentares.
Arbitragem científica: yes
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1287
ISSN: 1646-107x
Versão do Editor: www.scielo.oces.mctes.pt/pdf/mot/v4n4/v4n4a09.pdf
Appears in Collections:RDIPB - D-AHD - Artigos em Revistas com Peer Review

Files in This Item:

File Description SizeFormat
A COMPOSIÇÃO CORPORAL, O VO2MÁX. E O ESTILO DE VIDA DE JOVENS ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR_ SCIELO.pdf74,32 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

© 2014 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia