O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
RDIPB - Repositório Digital do Instituto Politécnico de Beja >
RDIPB - Departamentos >
RDIPB - D-AHD - Artes, Humanidades e Desporto >
RDIPB - D-AHD - Artigos em Revistas com Peer Review >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1287

Título: A composição corporal, o vo2máx. e o estilo de jovens do Ensino Superior
Autor: Leal, João
Calvo, Tomás
Sanchez Miguel, Pedro
Menayo Antúnez, Ruperto
Cervelló Gimeno, Eduardo
Palavras-chave: Obesidade
Estilos de vida
Actividade física
Issue Date: Dec-2008
Citação: Leal, J., Calvo, T., Sanchez Miguel, P., Menayo Antúnez, R. & Cervelló Gimeno, E. (2008). A composição corporal, o vo2máx. e o estilo de jovens do Ensino Superior. Motricidade, 4(4),73-79.
Resumo: Este estudo teve como propósito caracterizar os elementos da amostra relativamente à sua composição corporal, através do índice de massa corporal e da percentagem de massa gorda, à capacidade cardiorrespiratória, aos hábitos alimentares e de consumo de tabaco, índices de prática de actividade física e verificar se existiam relações estatisticamente significativas entre estas variáveis. Métodos: decorreu em 2006 e 2007 e foi realizado no município de Beja, cidade do Sul de Portugal. Foi utilizada uma amostra constituída por 183 alunos que frequentavam no ano lectivo 2006/07 o 1º ano dos cursos existentes numa instituição do ensino superior, com idades compreendidas entre 18 e 40 anos. Através de um questionário, da prova de Astrand e da técnica da bioimpedância eléctrica obtivemos os resultados que nos permitiram atingir os objectivos pretendidos. Utilizámos o programa Bodygram para a obtenção dos dados relativos ao índice de massa corporal e à percentagem de massa gorda e o programa SPSS versão 14.0, para realizar a análise descritiva dos dados, uma análise de variância e ainda uma análise correlacional. Resultados: Verificámos que 62,8% dos elementos da amostra apresentavam valores de percentagem de massa gorda acima do recomendado e que 55,7% obtiveram valores de VO2máx. muito baixos. Verificámos também que 61,7% não se consideravam sujeitos activos no que se refere à prática de actividade física regular, apresentando-se esta variável correlacionada com o VO2máx. (p=0,01). Conclusões: Pudemos concluir que a maioria dos elementos da nossa amostra apresentava baixos índices de adesão à prática da actividade física, deficiente capacidade cardiorrespiratória e valores elevados no que se refere à percentagem de massa gorda. A prática da actividade física revelou-se correlacionada positivamente com a capacidade cardiorrespiratória. É necessária a implementação de campanhas mais eficazes de combate à obesidade e de sensibilização para a prática regular da actividade física e de bons hábitos alimentares.
Arbitragem científica: yes
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1287
ISSN: 1646-107x
Versão do Editor: www.scielo.oces.mctes.pt/pdf/mot/v4n4/v4n4a09.pdf
Appears in Collections:RDIPB - D-AHD - Artigos em Revistas com Peer Review

Files in This Item:

File Description SizeFormat
A COMPOSIÇÃO CORPORAL, O VO2MÁX. E O ESTILO DE VIDA DE JOVENS ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR_ SCIELO.pdf74,32 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE
© 2009 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics