O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
RDIPB - Repositório Digital do Instituto Politécnico de Beja >
RDIPB - Departamentos >
RDIPB - D-ECSC - Educação e Ciências Sociais e do Comportamento >
RDIPB - D-ECSC - Comunicações sem Peer Review >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1271

Título: Pensar as diferenças através do olhar de crianças e jovens
Autor: Santos, Maria Teresa
Palavras-chave: Inclusão
Representações da diferença
Crianças
Jovens
Beja
Issue Date: Nov-2006
Resumo: As representações da diferença em crianças e jovens de 9, 12 e 15 anos, a frequentarem o ensino básico e secundário na cidade de Beja, constituíram o objecto de estudo desta investigação cujos principais objectivos delineados foram: conhecer a representação que estas crianças e jovens têm da diferença, através da descrição de um outro que consideram diferente de si e compreender como concebem as relações com esse(s) outro(s). Consideraram-se como variáveis independentes a idade, o género e o nível académico dos pais dos sujeitos. Um estudo exploratório (29 alunos) possibilitou ensaiar o primeiro instrumento utilizado - a narrativa escrita - que foi posteriormente aplicado a uma amostra de 607 alunos. Um ano depois, 85 destes sujeitos foram entrevistados. As técnicas de tratamento de dados centraram-se na análise de conteúdo (dos textos escritos e das respostas às questões colocadas na entrevista) e na análise estatística. Os principais resultados indicaram haver diferenças significativas na representação da diferença e na relação com a mesma por parte destas crianças e jovens quando se cruzam os dados com as variáveis, idade, género e nível académico dos pais. Porém, ao analisarem-se os resultados gerais, o que se tornou saliente, quando os sujeitos descrevem o outro que consideram diferente de si, foram os aspectos relacionados com o comportamento e competências sociais, evidenciando o que será visto como relevante para se ser aceite ou rejeitado num dado grupo ou contexto. De um modo geral, a representação deste outro tido como diferente apresentou-se como globalmente positiva pelo que, também, ao nível das relações, estas apontaram para o entendimento e satisfação mútuos, independentemente desse outro pertencer a categorias estereotipadas e discriminadas.
Descrição: Comunicação apresentada no 1º Congresso Internacional em Estudos da Criança "Infâncias possíveis, mundos reais", na Universidade do Minho, em Fevereiro de 2008.
Arbitragem científica: no
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1271
Appears in Collections:RDIPB - D-ECSC - Comunicações sem Peer Review

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Santos,M.T.P.comunicação.CongressoMinho.pdf279,25 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

© 2014 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia