O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
IDN - Instituto da Defesa Nacional >
IDN - Revista Nação e Defesa >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1243

Título: Regional security and the Nagorno-Karabakh conflict
Autor: Cierco, Teresa
Freire, Maria Raquel
Palavras-chave: Relações internacionais
Segurança regional
Conflito
Gupos étnicos
OSCE (a partir de 1995)
ONU
Cáucaso
Rússia
Irão
Turquia
Arménia
Azerbeijão
EUA
Issue Date: 2005
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: 3ª Série;Nº 110 (Primavera 2005)
Resumo: Existente há mais de uma década, o conflito entre a Arménia e o Azerbaijão sob o enclave de Nagorno-Karabakh tem afectado a segurança e a estabilidade da região. Enraizada em aspectos étnicos, políticos e económicos, as pretensões distanciadas dos partidos e posições intratáveis, dificultaram a busca de uma solução política. A combinação de uma situação permanente de conflito, com os movimentos em massa da população, a instabilidade económica, as dificuldades sociais e as práticas autoritárias, constituem um enorme desafio para a segurança da região. Aliado aos interesses competitivos dos poderes externos, incluindo o Irão, a Turquia, a Rússia e os Estados Unidos, a situação permanece altamente volátil. Neste contexto de tensão e inter-relação dos desafios e riscos, a conjugação de interesses e exigências em conflito tornou complexo o alcance de um entendimento político. Isto, juntamente com as implicações humanas e materiais do conflito, foi discursado fundamentalmente pelos esforços de mediação da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), pelo Grupo Minsk e pelas actividades do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (UNHCR). Perante uma situação política, socio-económica e humanitária problemática, quais foram as principais posições e limites destes esforços internacionais? Até que medida pode a conjugação de actores internos e externos promover a segurança e estabilidade regional, contribuindo para o estabelecimento político do conflito de Karabakh. E como é que o contexto regional de instabilidade afecta o processo de negociações e as iniciativas operacionais promovidas por estas organizações internacionais? Ao procurar respostas para estas questões, este artigo pretende perceber os esfor- ços internacionais rumo à descoberta de um entendimento político para o conflito de Nagorno-Karabakh, como um aspecto fundamental para a promoção da estabilidade e bom governo no Caucasus, questionando meios e procedimentos, clarificando progressos e falhas e sugerindo possíveis alternativas
Arbitragem científica: yes
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1243
ISSN: 0870-757X
Versão do Editor: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/consulta/NeD/NeD110/NeD110.pdf
Appears in Collections:IDN - Revista Nação e Defesa

Files in This Item:

File Description SizeFormat
NeD110_TeresaCierco_MariaRaquelFreire.pdf336,2 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE
© 2009 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics