O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
IESM - Instituto de Estudos Superiores Militares >
IESM - Centro de Recursos de Conhecimento >
IESM - CRC - CPOS - FA - Trabalhos de Investigação Individual >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1184

Título: Contributo da Força Aérea para o Desenvolvimento de um Cluster Aeronáutico Português
Autor: Figueiredo, Mário
Palavras-chave: Cluster
Competência
Vantagem Competitiva
Manutenção
Investigação e Desenvolvimento
Sistema de Armas
Issue Date: 2009
Resumo: O objetivo deste trabalho consiste na análise do contributo que a Força Aérea Portuguesa dá para a dinamização da rede aeronáutic a nacio nal, com vista à sua evolução para um cluster. Esta evolução designar-se-á neste trabalho por clusterização. A Força Aérea opera Sistemas de Armas complexos para os quais é necessário realizar um conjunto de atividades de aquisição, manutenção, modificação e certificação. Nesse processo, envolve outros operadores, entidades reparadoras, universidades e institutos nacionais e estrangeiras. O conjunto destas organizações é aqui designado por rede aeronáutica nacional ou apenas rede, sempre que o contexto seja auto-explicativo. O problema consiste em avaliar de que forma pode a Força Aérea Portuguesa contribuir para o desenvolvimento da rede aeronáutica nacional no sentido desta se tornar um cluster. Esta análise pressupõe que um cluster possui, em relação à rede, um nível superior de interação organizacional donde decorrem benefícios para todas as entidades envolvidas. O conceito utilizado para cluster é o de Michael Porter. Para atingir o objetivo deste trabalho recorre-se à metodologia de investigação proposta por Raymond Quivy e Luc Van Campenhoudt. Identificado o problema, são apresentadas e testadas as hipóteses cuja validação irá responder à pergunta de partida. O teste das hipóteses é realizado com base nas pesquisas documentais e nas entrevistas efetuadas. Como resultados principais observa-se que as organizações da rede aeronáutica nacional têm atualmente uma interação formal subdesenvolvida que não lhes permite funcionar como um cluster no verdadeiro sentido que o conceito supõe. Apesar disso, observa-se uma tendência na dinâmica de interação que concorre para a implementação futura de um verdadeiro cluster aeronáutico em Portugal. Por outro lado, na avaliação da interação da Força Aérea com as outras organizações da rede aeronáutica nacional, apesar das suas especificidades e também por causa das mesmas – instituição militar – constata-se que a mesma pode dar um contributo inimitável e decisivo para o desenvolvimento daquela rede através dos seus papéis de cliente e de parceiro de Investigação e Desenvolvimento. Desta forma, as duas hipóteses propostas foram validadas. A rede aeronáutica nacional converge para um cluster e a Força Aérea Portuguesa tem um papel chave neste processo. Abstract: The aim of this research work is the analysis of the contribution given by the Portuguese Air Force to the promotion of the Portuguese aeronautical network towards its evolution into a cluster. This evolution shall here be designated as clusterization. The Air Force operates complex weapon systems for which it is performed a series of acquisition, maintenance, modification and certification activities. This process involves domestic and international repair stations, research and development and educational establishments. All these organizations, including the Air Force are, in this work, designated by national aeronautical network or simply network when the context is self explanatory. Thus, the problem is to evaluate in what way the Portuguese Air Force can help the development of the national aeronautical network towards a cluster. This analysis assumes that a cluster has, in relation to the network, a higher level of organizational interaction which entails benefits for all entities involved. The cluster concept used has been proposed by Michel Porter. To achieve the objective of this work it is used the social sciences research methodology proposed by Raymond Quivy and Luc Van Campenhoudt. Identified the problem, hypotheses are presented and tested, answering the central question. The hypotheses test is made based on documentary research and the interviews conducted. As main results it was found that the national aeronautical network of organizations has presently an underdeveloped formal interaction, being unable to function as a cluster in the true sense tha t the concept implies. Nevertheless, there is a tendency in the dynamics of interaction that contributes to the future implementation of a real aeronautical cluster in Portugal. Furthermore, in assessing the interaction of the Air Force with other organizations of the national aeronautical network, despite its peculiarities and also because of them - military institution - it can make a decisive contribute to the network development, through its role as customer and research and development partner. Thus, the two hypotheses proposed have been validated. The national aeronautical network converges to a cluster and the Portuguese Air Force has a key role in this process.
Arbitragem científica: yes
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1184
Appears in Collections:IESM - CRC - CPOS - FA - Trabalhos de Investigação Individual

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TII_CAP MARIO FIGUEIREDO.pdf757,89 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE
© 2009 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics