O Seu Saber Ocupa um Lugar! DSpace

Repositório Comum >
IESM - Instituto de Estudos Superiores Militares >
IESM - Centro de Recursos de Conhecimento >
IESM - CRC - CPOS - FA - Trabalhos de Investigação Individual >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1173

Título: Qualificação e Aceitação de Sistemas de Armas na Força Aérea
Autor: Lourenço, Carlos
Palavras-chave: Aceitação
Certificação
Ciclo de Vida de Aeronaves
Matriz de Anomalias
Matriz RVM
Programa de Aquisição de Sistemas de Armas
Qualificação
Sistema de Armas
Issue Date: 2009
Resumo: Atualmente, na Força Aérea Portuguesa, estão a decorrer Programas de Aquisição e Modificação de Sistemas e Armas, os quais obedecem a conceitos e particularidades que exigem aos seus participantes um elevado grau de formação académica e de empenho profissional. Apesar do empenho e formação do pessoal da FAP, existem situações em que estes se deparam com a falta de uma estrutura de apoio mais bem definida e que suportasse um histórico de informação pertinente para o decorrer das atividades inerentes ao Programa, de forma a garantir que não fossem cometidos erros iguais aos de outros programas, através da disseminação das lições aprendidas, e que fosse igualmente implementada a execução de boas práticas nestes processos. Este trabalho apresenta uma abordagem académica ao ciclo de vida de uma aeronave, tendo sido criados modelos contendo as diversas fases de um Programa de Aquisição de Sistemas de Armas, os quais foram sendo restringidos ao objeto em estudo para este trabalho de investigação. Através dos modelos simplificado e académico, foi possível distinguir com mais rigor as diferenças e semelhanças entre dois conceitos aeronáuticos, a Qualificação e a Aceitação. Foram também abordados conceitos que se situam a montante daqueles em estudo, nomeadamente ao nível de diversos países e ao modo como estes gerem os seus próprios processos relacionados com a Certificação de Aeronavegabilidade. Concluiu-se que a FAP necessita de um processo doutrinado para a condução dos Programas de Aquisição de SA, de acordo com as competências do seu pessoal e da entidade onde estão colocados. Ficou igualmente comprovado que a Qualificação é um processo distinto da Aceitação e que esta só se deve iniciar após a conclusão daquela. Foi igualmente comprovado que deverá existir um repositório de informação da experiência adquirida em cada Programa, com vista à melhoria contínua e para que sejam implementadas boas práticas na condução dos Programas de Aquisição de SA. Este trabalho teve como objetivo conceber uma estrutura organizacional de acordo com as competências do pessoal, a ser implementada na FAP, indo desta forma fortalecer as entidades abrangidas, e o seu pessoal, em termos de conhecimento e de boas práticas. Pretende-se, assim, solidificar a experiência através da reflexão dos intervenientes nestes processos, para que a Força Aérea conduza com maior eficiência os Programas de Aquisição de Sistemas de Armas. Abstract: Currently in the Portuguese Air Force, there is a number of ongoing Programs of Acquisition and modification of weapon systems, which follow the concepts and features that require from its participants a high degree of academic training and professional commitment. Despite the commitment and training of PRTAF’s personnel, there are situations in which they are faced with the lack of a more clearly defined support structure and bearing a history of information relevant to the course of activities of the Program, in order to ensure that errors were not equal to other programs, through the dissemination of lessons learned, and had also by implementing good practice. This paper presents an academic approach of an aircraft’s life cycle, by creating several models containing the different phases, which were restricted to the subject under study for this research work, of a Acquisition Program of weapon systems. Through the simplified and academic models, it was possible to distinguish more accurately the differences and similarities between two concept appliances, Qualification and Acceptance. There’s a presentation of the concepts that are located upstream of this study concepts, including other countries, and how they manage their own processes related to certification of airworthiness. It was concluded that PRTAF needs a doctrine for the conduct of the Acquisition Programs of weapon systems, according to the skills of the personnel and authority where they are placed. It was also shown that the Qualification is a distinct process of Acceptance and that this should only start after completion of Qualification. It was also proven that there should be a repository of information gathered from experience in each program, with a view in continuous improvement and ensures that best practices are implemented in the conduct of programs of acquisition of weapon systems. This study aimed to devise an organizational structure in accordance with the staff’s competencies, to be implemented in PRTAF, in order to strengthen the entities involved, and its staff in terms of knowledge and best practices. It is therefore pretended to solidify they’re experience through reflection of the participants in these processes so that the Air Force carry out with greater efficiency, the Weapon System Acquisition Programs.
Arbitragem científica: yes
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/1173
Appears in Collections:IESM - CRC - CPOS - FA - Trabalhos de Investigação Individual

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TII_CAP CARLOS LOURENÇO.pdf2 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

© 2014 - REPOSITÓRIO COMUM - Comentários - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia