Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/9994
Título: A Associação FIEP
Outros títulos: Resultados obtidos e futuro previsível.
Autor: Duarte, Tavares
Palavras-chave: FIEP
EUROGENDFOR
Forças Gendármicas
Operações Policiais de Apoio à Paz
Globalização de Fenómenos Criminais
Carta das Nações Unidas
Data: 2013
Editora: IESM
Resumo: A investigação que agora se apresenta, visa apresentar a Associação FIEP, Associação de Forças de Polícia e Gendarmeries Europeias e Mediterrânicas com estatuto militar, cuja sigla significa França, Itália, Espanha e Portugal, na qualidade de membros fundadores, as suas atribuições e o seu papel em Portugal, nos países membros e naqueles, em que de forma indireta, a sua constituição beneficiou. A investigação realizada focou, inevitavelmente, o problema da globalização dos fenómenos criminais e de que forma estes fenómenos que, apesar de uma grande parte ocorrerem fora do espaço europeu, interferirem direta ou indiretamente, nas questões de segurança interna e externa dos países deste espaço. O percurso agora decorrido permitiu identificar as mais-valias da Associação FIEP, bem como as vantagens da aplicação do modelo Gendármico nas missões policiais de apoio à paz e ainda a criação da Força EUROGENFOR, precisamente no pressuposto de que numa Europa sem fronteiras faz todo o sentido a existência de uma força europeia com estas características, tendo em conta que a prevenção dos fenómenos criminais na comunidade internacional, com a intervenção desta força, evita ou minimiza as probabilidades de estes se disseminarem ou mesmo ocorrerem nos países integrantes. Desta forma, foi sentida a necessidade de aprofundar o sentido das missões de paz no contexto atual, num pressuposto de que vivemos uma nova ordem mundial com uma nova tipologia de conflitos. Para este efeito, sentimos a necessidade de tentar perceber a abordagem da NATO, bem como o regime jurídico destas operações, que se consubstancia, na sua essência, na Carta das Nações Unidas. Não seria possível abordar este tema sem fazer uma breve referência à atuação em cenários de criminalidade generalizada, tendo como ponto de partida a componente militar versus a ação policial, passando de seguida a uma alusão ao papel das Forças de Segurança num contexto de globalização dos fenómenos criminais, de acordo com a estratégia europeia em matéria de segurança. Por fim, voltamos ao ponto de partida, à Associação FIEP, numa tentativa de interpretar as respostas dadas, por alguns dos membros, ao questionário elaborado com o intuito de perceber a visão institucional e dos próprios países que integram este “clube”, a fim de avaliar o futuro previsível da associação. Abstract: The coming research aims to present FIEP Association, an organization in format of association, of police forces and gendarmeries, European and Mediterranean, with military status. The acronym FIEP stands for France, Italy, Spain and Portugal, as founder members, its powers and its role in Portugal, in member countries and for those who indirectly benefited from its constitution as an association. The research focused, inevitably, the globalization issue of criminal phenomena and how those phenomena that, although a large number occurred outside the European territory, interfered directly or indirectly, in matters of internal and external security of countries of this area. The gone path allow to identify added-value in FIEP Association as well as the advantage of applying the model in Gendarmeries police missions to support peace and more, the establishment of the EUROGENFOR Force, in the assumption of an Europe without borders that makes perfect sense the existence of an European force with these characteristics, bearing in mind that the prevention of crime phenomena in the international community, with the intervention of this force, prevents or minimizes the probabilities of spreading or even occur in the member countries. Thy way, was felt the need to explore the sense of peace missions in the current context, in the assumption that we live a World order, with a new conflict typology. For due cause, was felt the necessity to try to understand the NATO approach as well as the legal framework of these operations, that consists in its essences, in the United Nations Letter. It would not be possible to address this issue without having brief references to performances in generalized scenarios of crime, having, has a starting point, the military component versus the police action, then passing a reference to the role of security forces in the context of globalization of criminal phenomena, according to the European strategy for security. In conclusion, it returns to the starting point, to FIEP Association, in an attempt to interpret the answer given by some of the members, to the questionnaire created with a purpose to understand the institutional vision and of others “club” member countries, with a propose to evaluate the predictable future coming of the association.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/9994
Aparece nas colecções:IUM - CRC - CEMC - Trabalhos de Investigação Individual

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TII_MAJ Tavares Duarte.pdf912,3 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.