Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/9986
Título: A autossustentação energética das unidades militares
Autor: Mataloto, Pedro
Palavras-chave: Eficiência Energética
Energia
Forças Armadas
Autossustentação
Data: 2013
Editora: IESM
Resumo: Com este trabalho de investigação procura-se analisar a possibilidade das Forças Armadas serem pioneiras na adoção de métodos de sustentação energética nas suas Unidades, Estabelecimentos e Órgãos, por forma a contribuírem para a diminuição da dependência energética do país, face ao exterior, e ainda para promover o esforço nacional de racionalização do consumo de energia. Considerando que as energias renováveis ainda têm custos muito significativos de produção para conversão em energia elétrica, o que leva a que acabe por ser o gás natural, o petróleo ou o carvão, as matérias-primas mais importantes para satisfazer os consumos da sociedade atual, este estudo procura ser consequente. Para tal, foi guiado pelo pragmatismo e pela viabilidade de aplicação das medidas que se propõem. Mais do que apontar soluções demasiadamente inovadoras, indicamos um caminho possível de racionalização dos consumos, partindo do diagnóstico da situação atual. Das preocupações expressas e apresentadas no estudo, tanto pelo Parlamento e Conselho Europeu como pelos vários governos portugueses, no que à eficiência energética diz respeito, considera-se que compete às Forças Armadas procurarem soluções nesse sentido, visando progressivamente a possível autossustentação da sua estrutura física (instalações) sem que tal comprometa o cumprimento das suas missões. A metodologia seguida iniciou-se com a fase de exploração, que permitiu fazer uma rutura com posições parciais sobre a temática, inclusive com preconceitos e falsas aparências e, além disso, permitiu clarificar a problemática alvo da investigação. Posteriormente, construímos um quadro teórico de referência a partir de doutrina, diretivas, estudos, informação e legislação sobre o tema. A pesquisa conduziu-nos às Forças Armadas do Reino de Espanha e do Reino Unido, países membros da União Europeia e à Câmara Municipal de Évora, que identificámos como casos de sucesso na implementação de projetos de eficiência energética, e que serviram como modelo de análise. Com a observação e o estudo da situação do Quartel da Cavalaria do Campo Militar de Santa Margarida foi possível identificar uma solução a implementar. A solução é um modelo de eficiência energética para esta unidade, que poderá ser replicado em outras unidades das Forças Armadas, e que assenta em três eixos de atuação: comportamentos, equipamentos e processos. Atuando de forma faseada, sem custos significativos de investimento, no curto, médio e longo prazo procura atingir-se o objetivo de reduzir a fatura energética em 30%, até 2020. Abstract: This research work seeks to analyze the possibility of the Portuguese Armed Forces to be pioneers in adopting methods of energy sustainability in their units and establishments, in order to contribute to the reduction of the country's external energy dependence and additionally for the for national effort to promote the rationalization of energy consumption. Whereas renewables still have very significant costs of production for conversion into electricity and therefore turn out to be natural gas, oil or coal raw materials to meet the most important consumption of today's society, this study seeks to be consistent. To this end, we were guided by pragmatism and by the feasibility of the implementation of the measures proposed. More than point to solutions too innovative, this research indicates a possible way of rationalizing consumption, based on the diagnosis of the current situation. The concerns expressed and presented in the study, in both the Parliament and the European Council and also by the Portuguese government, with regards to energy efficiency, we conclude that it is up to the the military to seek solutions. We must aim to progressively auto-sustain the physical structure (facilities) without jeopardizing the fulfillment of the mission. The methodology began with the exploration phase, which facilitated a breakthrough with partial positions on the subject, including prejudices and false appearances, as well as clarifying the issue of targeted research. Subsequently, we built a theoretical framework from doctrine, policies, studies, information and legislation on the topic. The research led us to the armed forces of Spain and the United Kingdom, member countries of the European Union, and the Municipality of Évora, which we identified as cases of successful implementation of energy efficiency projects. These served as a model for analysis. Using the observation and study of the situation of the Cavalry Barracks in the Military Camp of Santa Margarida, it was possible to identify a viable solution to implement. The solution is a model of energy efficiency for this unit, which may be replicated in other units of the Armed Forces, and it is based on three approaches: behaviors, processes and equipment. Acting in a phased manner, without significant investment cost in the short, medium and long-term, the aim is to reach the goal of reducing energy bills by 30% until 2020.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/9986
Aparece nas colecções:IUM - CRC - CEMC - Trabalhos de Investigação Individual

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A autossustentação energética das unidades militares_finalissimo.pdf1,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.