Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/9927
Título: A Reorganização do Sistema Financeiro no Exército : Vicissitudes, Limitações e Oportunidades
Autor: Coelho, Diogo
Palavras-chave: Direção de Finanças
Exército
Sistema Integrado de Gestão/Ministério da Defesa Nacional
Subsecção Financeira
Tesouraria Única
Data: Jul-2015
Editora: Academia Militar. Direção de Ensino
Resumo: O presente Trabalho de Investigação Aplicada está subordinado ao tema “A Reorganização do Sistema Financeiro no Exército: Vicissitudes, Limitações Oportunidades”. Desta feita, esta investigação tem como objetivo geral avaliar o impacto da Reorganização do Sistema Financeiro no Exército. O Exército Português é uma organização pertencente à Administração Direta do Estado, que está na direta dependência hierárquica do Governo. Por conseguinte, o Exército apresenta uma área financeira composta por dois níveis: o macro, órgão máximo no qual está presente a Direção de Finanças e o micro, as Unidades/Estabelecimentos/Órgãos, onde estão presentes as Secções Logísticas nas quais se enquadrada a Subsecção Financeira. Esta investigação tem como objetivo confirmar ou infirmar as hipóteses de investigação definidas com o intuito de responder à questão central. Deste modo, a metodologia seguida nesta dissertação foi a definida por MarieFabienne Fortin, sendo definidas as etapas de investigação seguidas ao longo do Trabalho de Investigação Aplicada, de acordo com o mesmo autor. A presente investigação está estruturada em duas grandes partes: Parte Teórica e Parte Prática, totalizando seis capítulos. O primeiro capítulo corresponde à Apresentação do Trabalho de Investigação. A Parte Teórica engloba dois capítulos, nomeadamente, a Administração Pública e a Estrutura Financeira do Exército. Relativamente, à Parte Prática esta engloba três capítulos: Trabalho de Campo e Metodologia de Investigação, Apresentação, Análise e Discussão dos Resultados e o sexto capítulo, Conclusões e Recomendações. Com esta investigação conclui-se que os grandes catalisadores da Reorganização do Sistema Financeiro no Exército foram a Tesouraria Única e o Sistema Integrado de Gestão/Ministério da Defesa Nacional. Desde a implementação do Sistema Integrado de Gestão/Ministério da Defesa Nacional, em 2006, que tem ocorrido mudanças significativas em termos financeiros no Exército que espoletaram para as mudanças que ocorreram até hoje. Por conseguinte, foi a Tesouraria Única que levou a que toda a estrutura financeira no Exército alterasse, nomeadamente com a centralização de pagamentos e da receita, embora esta última ainda não se encontre implementada na sua plenitude. Este momento foi o ponto-chave para a extinção do nível intermédio financeiro, o Centro de Finanças, e esvaziamento de competências financeiras nas Unidades/Estabelecimentos/Órgãos. Consequentemente, a maioria dos assuntos financeiros foram concentrados na Direção de Finanças. Por fim, salientamos que, hoje em dia, cada vez mais o papel do adjunto financeiro é mais limitado e a estrutura financeira nas Unidades/Estabelecimentos/Órgãos têm de ser ajustadas face às necessidades de cada uma delas.
Abstract This study named as Applied Research Work is about “The Reorganisation of the Financial System in the Army: Vicissitudes, Restrictions and Possibilities”. So, this research has as general aim to assess the impact of the Reorganisation of the Financial System in the Army. The Portuguese Army is under the Direct Administration of the State, being in the immediate hierarchical dependence of the Government. Consequently, the military institution shows a financial area composed of two levels: the macro, the highest organ, the Corporate Finance Department, and the micro, the Units/Establishments/Organs, where the Logistical Sections can be found. The Financial Subsection is included in the last one. This research aims to confirm or weaken the chances of research that were defined in order to answer to the central question. Thus, the methodology that was followed in this essay was defined by MarieFabienne Fortin, as well as the different stages of research that were followed in the Applied Research Work. This research is structured in two main parts: the Theoretical and the Practical Parts. There are six chapters. The first chapter is about the Presentation of the Research Work. The Theoretical Part includes two chapters, namely the Public Administration and the Financial Structure of the Army. In relation to the Practical Part, it includes three chapters: Field Work and Research Methodology, Presentation, Analysis and Discussion of the Results, and the sixth chapter, Conclusions and Recommendations. This research shows that the great catalysts of the Reorganisation of the Financial System in the Army were the Single Treasury and the Integrated Management System/Ministry of National Defence. Since the implementation of the Integrated Management System/Ministry of National Defence, which occurred in 2006, there have been significant changes in financial terms in the Army, which unleashed the changes that have occurred up to the present. Consequently, the Single Treasury caused the whole change in the Financial Structure of the Army, namely the centralisation of payments and the incomes, though this one is not fully implemented. This moment was a key-point to the extinction of the financial intermediate level, the Finance Centre, and the emptying of financial capabilities of the Units/Establishments/Organs. Hence, the majority of financial affairs were concentrated in the Corporate Finance Department. Finally, we note that the role of the financial assistant is increasingly more restricted nowadays. Moreover, the financial structure in the Units/Establishments/Organs has to be adjusted to the needs of each one.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/9927
Aparece nas colecções:AM - CS - EGARH - Trabalho de Investigação Aplicada (TIA) - Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TIA Asp Al ADMIL 504 Diogo Coelho.pdf1,88 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.