Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/9768
Título: Colheita, caraterização e avaliação de germoplasma de coentro (Coriandrum sativum L.) do Alentejo
Autor: Lopes, Elsa Maria da Cunha Timóteo
Data de Defesa: 2014
Resumo: O presente trabalho, inserido no projeto PRODER 18660, teve como objetivos: i) caracterizar morfologicamente 15 acessos tradicionais de coentro e 2 acessos assilvestrados colhidos no Alentejo, em comparação com 2 variedades comerciais; ii) avaliar a capacidade germinativa dos acessos em estudo; (iii) testar a quebra de dormência dos frutos de 1 acesso assilvestrado; iv) efetuar a avaliação agronómica de um conjunto selecionado de acessos; v) avaliar a representatividade do coentro no local de origem dos acessos assilvestrados. Na caraterização morfológica observaram-se 15 plantas por acesso e 18 descritores morfológicos com base em Diederichsen (1996); nos ensaios de germinação testaram-se todos os acessos; para a quebra da dormência testaram-se 10 modalidades num acesso assilvestrado; no ensaio agronómico avaliou-se a produção de biomassa vegetativa e de semente de 12 acessos submetidos a 2 níveis de corte. Observou-se elevada variabilidade morfológica no material em estudo. Recorrendo à análise estatística multivariada obtiveram-se 4 grupos de acessos. O grupo 1 constituído pelos acessos CS1, CS13, CS16 e CS26, apresentou as características potencialmente mais interessantes em termos comerciais: maior produção de biomassa, floração tardia e elevada germinação. Em média, as sementes perderam 4,8% de germinação com 1 ano adicional de armazenamento. A congelação da semente não diminuiu a sua capacidade germinativa. A aplicação de ácido giberélico conduziu aos melhores resultados na quebra de dormência. No local de origem dos 2 acessos assilvestrados, há tendência para existirem mais plantas debaixo da copa das árvores e em solos menos mobilizados. Os acessos com maior potencial na produção de biomassa de folhas foram: CS13, CS9, CS16 e CS1 com produção superior a 100g/m2. Os acessos com maior produção de semente (superior a 300g/m2) foram CS9, CS13 e CS1. Estes acessos deverão ser novamente testados mas deverão ter elevado potencial de produção.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/9768
Designação: Mestrado em Agricultura Sustentável
Aparece nas colecções:IPP - ESAE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Elsa_Final.pdfDocumento Principal4,66 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.