Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/9759
Título: A compaixão dos enfermeiros perante a criança e sua família, em cuidados paliativos
Autor: Nunes, Cláudia Sofia
Palavras-chave: Enfermagem pediátrica
Cuidados paliativos
Data de Defesa: 2015
Resumo: A compaixão é um conceito inerente ao cuidado de enfermagem, encontrando-se na essência da profissão desde a sua génese, contextualizando e dando significado aos cuidados, exibindo a excelência da sua prática, sendo a sua definição fundamental e determinante. Embora a compaixão seja facilmente associada ao cuidado em enfermagem, poucos foram os estudos na área pediátrica relativos à compaixão em cuidados paliativos, e nenhum especificamente do enfermeiro perante a criança e sua família neste contexto. Assim, a presente investigação teve como ponto de partida a questão Qual o conceito de compaixão subjacente à prática dos enfermeiros em cuidados paliativos pediátricos? Esta investigação tem por finalidade contribuir para a análise do conceito de compaixão em enfermagem de saúde infantil e pediatria e para a humanização dos cuidados de enfermagem à criança e sua família, em contexto paliativo. Deste modo, foi definido como objetivo analisar o conceito de compaixão subjacente à prática dos enfermeiros em cuidados paliativos pediátricos. A metodologia utilizada foi qualitativa, exploratória, descritiva e transversal, tendo a pesquisa sido estruturada de acordo com as oito etapas do método de análise conceptual de Walker e Avant (2005), através do qual o conceito de compaixão dos enfermeiros perante a criança e sua família, em cuidados paliativos, foi explorado tanto na literatura, como na perspetiva dos enfermeiros. A análise de conteúdo de Bardin (2013) foi aplicada às entrevistas realizadas entre abril e julho de 2014, a doze participantes (amostra intencional do tipo “Bola de Neve”). A análise dos dados permitiu concluir três atributos do conceito – ter sentimentos; estabelecer uma relação de ajuda; fazer algo pelo outro -, assim como os seus antecedentes e as suas consequências, o que permitiu propor alguns indicadores empíricos e definir o conceito em estudo. Partindo dos atributos identificados, foram identificadas, das histórias narradas pelos enfermeiros, um caso modelo e os casos adicionais de compaixão dos enfermeiros perante a criança e sua família, em cuidados paliativos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/9759
Designação: Mestrado em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria
Aparece nas colecções:ESEP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Claudia Nunes_ Dissertação.pdfDocumento principal1,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.