Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/9489
Título: Um contributo para o desenvolvimento de arquétipos : revisão integrada da literatura sobre a "dor"
Autor: Araújo, Carla Alzira
Palavras-chave: Dor
Sistemas de informação em enfermagem
Modelos clínicos de dados
Data de Defesa: 2014
Resumo: A dor, pela sua frequência e potencial para causar incapacidades é um importante problema de saúde pública, que justifica uma atuação planeada, organizada e validada cientificamente, justificando-se, assim, a investigação neste domínio problemático. Neste sentido, foi realizado um estudo que tem por objetivo identificar os conceitos e termos necessários à descrição dos Diagnósticos de Enfermagem que tomam por foco a “dor”, contribuindo para o desenvolvimento de Modelos Clínicos de Dados centrados na problemática da “dor”, com base na Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem. A construção destes modelos de partilha de informação visa melhorar de modo significativo o acesso aos cuidados de enfermagem e a sua qualidade. A metodologia adotada foi a Revisão Integrativa da Literatura, com uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados CINAHL Plus with Full Text, MEDLINE with Full Text, MedicLatina, Cochrane Central Register of Controlled Trials, Cochrane Database of Systematic Reviews presentes no motor de busca EBSCOhost Web, utilizando os seguintes critérios de inclusão: em português, inglês e espanhol; resumos ou textos completos de acesso gratuito; publicação de 01/01/2002 a 31/12/2012; que incluam no título (TI), resumo (AB), exact major subject heading (MM), exact subject heading (MH) ou subject terms (SU), os descritores: nursing, *pain*, headache, dysmenorrhea, premenstrual syndrome, trochanteric bursitis, dyspareunia, sciatica, suffering e *algesia*. Todas as categorias de artigo, em seres humanos adultos. Após a identificação de uma amostra de 500 artigos, passíveis de serem abordados por um investigador, a análise mais pormenorizada veio a selecionar 89 artigos. No que diz respeito aos resultados encontrados, os dados relativos à dor podem ser obtidos diretamente a partir do doente quando este é capaz de se expressar verbalmente ou indiretamente através da observação e obtenção de alguns indicadores comportamentais (choro, gemido, a fácies, entre outros) e dos IV processos corporais (alteração dos sinais vitais). Foram encontradas duas dimensões que afetam a dor assim como a dor afeta estas dimensões de alguma forma, considerando-se as Crenças e o Autocontrolo. A escolha do instrumento de avaliação da dor deve atender ao tipo de dor, à idade e à situação clínica do doente. Para avaliar a intensidade da dor devem ser sempre privilegiados os instrumentos de autoavaliação (unidimensionais) que devem ser escolhidos de acordo com as características do doente. Nos doentes com alterações cognitivas e/ou incapacidade de comunicar devem ser privilegiados os instrumentos de heteroavaliação (multidimensionais) baseados nos sinais fisiológicos e comportamentais observáveis. De forma geral, este estudo evidenciou que os conceitos e termos constantes da Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem são suficientes para uma descrição completa e abrangente dos diagnósticos de enfermagem relacionados com a dor e que emergem desta revisão integrativa, embora as suas limitações, em termos de amostra, não permitam a sua afirmação inequívoca. Não obstante, considera-se necessária a realização de outros estudos idênticos e complementares a este, bem como uma análise à documentação em uso nos estabelecimentos que utilizam aquela linguagem classificada.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/9489
Designação: Enfermagem Médico-Cirúrgica
Aparece nas colecções:ESEP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Final.pdf983,9 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.