Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/8694
Título: O interface cibernético e a mediação utilizador/espaço : evolução na arquitectura a partir da segunda metade do séc. XX
Autor: Pereira, Noé Garrocho Aço
Orientador: Viana, David Leite
Palavras-chave: Interface espacial
Pensamento arquitectónico
Edifício
Cibernética
Espaço arquitectónico
Data de Defesa: 26-Jun-2013
Resumo: Esta investigação propõe-se reflectir sobre o conceito de Interface Espacial e evolução do pensamento arquitectónico na segunda metade do séc. XX e início do séc. XXI, organizando-se segundo uma ordem diacrónica, o que permite ter uma visão integrada do desenvolvimento dos contributos que se sucederam nesse período de tempo. A problemática aqui questionada relaciona-se com a avaliação das condições que se apresentam na relação entre o Utilizador do Edifício de Arquitectura e o espaço que esse Edifício cria, relação essa que surge através de uma mediação por meio de Interfaces. Esta dissertação apresenta três objectivos: o primeiro relaciona-se com a identificação dos principais contributos para o conceito de Interface Espacial. O segundo visa apresentar uma Análise Comparativa das diversas abordagens sobre o Interface Espacial e suas implicações no pensamento arquitectónico ao longo das últimas seis décadas e por fim, o terceiro objectivo pretende sintetizar alguns dos princípios conformadores de relações entre o Edifício Cibernético e o Utilizador. Na revisão da literatura recorreu-se a teóricos diversos. Destes realçaram-se teorias e tendências nacionais e internacionais e factores que contribuíram para criar e causar avanços ou mudanças na atitude dos arquitectos perante a obra, assim como modos de viver e relacionar o ser humano com a obra de Arquitectura. A abordagem metodológica adoptada foi a de Análise Comparativa e a concretização da investigação assentou numa metodologia de tipo qualitativo, que tentou compreender uma realidade concreta a partir da descrição, análise e interpretação de diversos pontos de vista de teóricos de referência. As técnicas de recolha de dados consistiram na comparação e análise de conteúdo de documentos diversos, notas de campo, fotografias e conversas informais sobre o problema diagnosticado, tendo-se verificado que a metodologia seleccionada ajudou o investigador a compreender, no sentido mais lato, não os produtos da investigação em si, mas o processo de investigação em si. As conclusões deste estudo apontam para o ênfase do papel da Cibernética e das tecnologias digitais na prática arquitectural. Apontam para a mudança de paradigma do papel do interface como mediador de comunicação e para o facto de se poder, com a tecnologia actual, tornar o edifício uma entidade com consciência de sentimento. Capaz de comunicar com o Utilizador, bastando para tal integrar uma série de subsistemas num sistema global do edifício, devendo este estar dotado tanto de Inteligência Artificial como de Robótica e tendo como enquadramento teórico a Cibernética.
Abstract: This research intends to reflect on the concept of Spatial Interface and its evolution throughout the second half of the twentieth century and the first half of the twenty first century. It is organized according to a diachronic order, in order to allow an integrated view of the development of such concept and its contributions in that specific period of time. The problem statement relates to the evaluation of the conditions regarding the relationship between the Architecture`s User and the space created by the building, which arises from an Interface mediation. The study has three objectives: the first one is related to the identification of the main contributes to the concept of Spatial Interface. The second one aims to present a Comparative Analysis of the various approaches on Spatial Interface and their implications on architectural thought throughout the last six decades and finally, the third objective intends to summarize some of the basic principles inherent to the relationship between the Cybernetic building and the User. The review of literature involved readings of a variety of specialists. Some theories and national and international trends where emphasized from these readings, which have contributed to create and provoke some developments and changes in the architects, as well as in their views in terms of ways of living and the relationship between people and the Architecture work. The selected methodological approach was the Comparative Analysis, which tried to understand a concrete context through description, analysis and interpretation of several specialists’ viewpoints. Data collection techniques involved comparison and content analysis of several documents, field notes, photography and informal talks on the diagnosed problem. It was found that, in the broadest sense, the selected methodology helped the researcher to understand, not the final product of the research itself, but its on-going process. The conclusions of this study point out to (i) the role of Cybernetics and digital technology in architectural practice; (ii) the change of paradigm regarding the role of the Interface as communication mediator; and (iii) the need of people to become aware that the building can become a sentient entity with the support of the present technology, and be able to communicate with the User, through the integration of a variety of subsystems in the global system of the building. Lastly, it was concluded that the building shall be equipped with Artificial Intelligence and Robotics and having Cybernetics as the theoretical background.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/8694
Designação: Mestrado Integrado em Arquitectura e Urbanismo
Aparece nas colecções:ESG - MIAU - Dissertação de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
noe_garrocho_aço_pereira_dissertacao.pdfDocumento principal20,57 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.