Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/8569
Título: Burnout e Engagement - As duas faces da mesma moeda no Destacamento Territorial da Guarda Nacional Republicana de Torres Vedras
Autor: Santos, David
Palavras-chave: Stresse
Burnout
Engagement
Variáveis sociodemográficas
Data: 1-Ago-2012
Editora: Academia Militar. Direção de Ensino
Resumo: Segundo Seyle (1980, cit. por Serra, 2002), o eustress está relacionado com situações dinamizadoras que contribuem para a realização pessoal, enquanto que o distress representa situações desgastantes e improdutivas para o indivíduo. Com o presente trabalho pretende-se contribuir para a clarificação do impacto de variáveis sociodemográficas relevantes sobre o processo de aumento do disstress em deterioração do eustress nos militares da Guarda pertencentes ao Destacamento Territorial de Torres Vedras. Para operacionalizar a variação do sentido eustress – distress, recorreuse aos conceitos engagement – burnout. O modelo que seguimos ao longo do estudo considera a relação entre engagement – burnout como um processo contínuo entre dois polos, levando o indivíduo a estar mais perto do polo positivo – engagement ou do polo negativo – burnout, em função do impacto das variáveis sociodemográficas nesta relação. A metodologia que empregamos neste estudo empírico foi a aplicação um questionário sociodemográfico e de dois instrumentos de medida, um para o engagement e outro para o burnout, de seguida utilizou-se um programa de estatística (SPSS versão 17) para realizar o tratamento e análise dos dados obtidos. De um modo geral, este estudo confirma a tridimensionalidade de ambos os instrumentos testados bem como as correlações existentes entre subescalas de acordo com os seus autores. No caso das variáveis sociodemográficas relevantes, encontraram-se algumas correlações que vão de encontro com a literatura, nomeadamente o interesse em mudar de função, as habilitações académicas e o estado civil. Contudo, devido às características da amostra, houve a necessidade de não correlacionar as subescalas de burnout e engagement com a variável “género” e com a variável “pretende mudar de profissão”. Posto isto, sobraram duas variáveis sociodemográficas que não apresentaram correlações com as subescalas em causa. O modelo testado apresentou resultados de acordo com os autores dos modelos originais, contudo, e apesar de se verificar que as variáveis sociodemográficas têm impacto no processo de deterioração da relação engagement – burnout, no presente estudo demostrou ser pouco significativa.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/8569
Aparece nas colecções:AM - CM - VS - Trabalho de Investigação Aplicada (TIA) - Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
402 Santos - Burnout e Engagement - As duas faces da mesma moeda no Destacamento Territorial da G.pdf718,74 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.