Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/8506
Título: Projeto de enriquecimento das atividades de animação sociocultural em lar
Autor: Costa, Paula Manuela Martinho Valadares
Orientador: Almeida, Maria Sidalina
Palavras-chave: Animação sociocultural
Lares de idosos
Envelhecimento
Institucionalização
Data de Defesa: 27-Mar-2015
Resumo: Neste relatório analisa-se uma experiência de estágio de gerontologia social que elege como campo de observação e de intervenção um lar de idosos, situado na região do Porto. Orientados pela metodologia de projeto, num primeiro momento direcionada para a elaboração do diagnóstico da situação social, atende-se às engrenagens sociais que, no seio desta instituição especializada no tratamento da velhice frágil e dependente, geram uma silenciosa exclusão que está bem patente nas atitudes de retraimento e de desistência dos idosos. O tratamento destes idosos está remetido para esta instituição e para os seus profissionais que perspetivam os idosos essencialmente como meros recetores de serviços, numa lógica de sobrevalorização da realização das atividades básicas de vida diária destinadas à manutenção da sua vida biológica, não considerando tanto as atividades como os relacionamentos que manteriam a vida social dos idosos e a sua integração social. A elaboração do diagnóstico social permitiu-nos compreender o quotidiano dos idosos institucionalizados e que é em muito caracterizada por uma série de ruturas derivadas do facto da sua vida passar a decorrer num único lugar caracterizado por um encerramento com o mundo exterior - e portanto por um corte nas relações com indivíduos pertencentes a outras gerações - e onde os idosos devem obedecer a um conjunto de regras que os impedem de ter controlo e comando sobre a sua própria existência. O diagnóstico permitiu-nos identificar os caminhos da intervenção que passaram por proporcionar aos idosos um projeto de intervenção organizado segundo dois eixos fundamentais, sendo o primeiro a criação de espaços de transmissão intergeracional da história vivida, de comunicação das experiências dos mais velhos e de reflexão conjunta em torno dos valores e prioridades a estabelecer na condução da vida e o segundo um programa concertado de atividades de produção e de fruição culturais no interior e no exterior da instituição. No primeiro programa considera-se a importância de sessões que permitem a criação de momentos de transmissão intergeracional através de partilha histórias, de jogos e de canções. Mestrado em Gerontologia Social – ISSSP 3 O segundo programa teve como ideia envolver e despertar a curiosidade dos mais velhos para a realização de atividades de animação sociocultural, o que lhes permitiu superar sentimentos de frustração e de vazio, encontrar sentido para a vida e melhorar as interações com os outros idosos e com os profissionais que lhes prestam cuidado.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/8506
Designação: Mestrado em Gerontologia Social
Aparece nas colecções:ISSSP - Dissertações de mestrado em Gerontologia Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Paula Manuela Martinho Valadares Costa.pdfDocumento principal1,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.