Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/8277
Título: Missões Internacionais da GNR e as Implicações para as famílias dos militares
Autor: Lopes, Andreia
Palavras-chave: Militares
Família
Meios de comunicação
Implicações
Data: 1-Ago-2011
Editora: Academia Militar. Direção de Ensino
Resumo: Actualmente a Unidade de Intervenção é a unidade directamente responsável por projectar militares para Missões Internacionais, enviando para Timor, de seis em seis meses, um contingente constituído em média por 130 militares. Este tipo de empenhamento com esta rotatividade tem implicações para os militares e suas famílias. Importa compreender de que modo as dificuldades de comunicação interferem nas relações familiares e no equilíbrio mental do militar, verificando ao mesmo tempo quais são os factores associados a essas dificuldades. O principal objectivo deste trabalho é pois identificar quais os problemas relacionados com a comunicação entre os militares deslocados e suas famílias. Este trabalho assume características exploratórias, estabelece-se um conjunto de perguntas, definem-se hipóteses e procuram-se pistas de respostas através do trabalho de campo. O trabalho de campo teve por base o método de inquérito por entrevista. Realizaram-se quinze entrevistas semi-estruturadas aos vários comandantes dos contingentes, a sargentos, guardas do 10º Contingente e a esposas de militares que se disponibilizaram. A maioria dos entrevistados considera que os meios de comunicação que estão à disposição são suficientes. O meio de comunicação mais utilizado é o telefone fixo, este é utilizado diariamente pela maioria dos entrevistados. Verifica-se que existe mais dificuldade em comunicar através da Internet e menos dificuldade utilizando o telefone. As principais dificuldades em manter contactos através da Internet prendem-se com o facto de esta estar constantemente a falhar. Uma das sugestões apontadas por vários entrevistados é aumentar a capacidade da Internet, eventualmente adquirir Internet de Banda larga.
Abstract The Intervention Unit is currently the unit directly responsible for organizing troops for International Missions, sending to East Timor, on average, a contingent of 130 soldiers every six months. This kind of commitment with this turnover has implications both for the soldiers and their families. It is important to understand how difficulties in communication interfere with family relationships and mental balance in the troops, while trying, at the same time, to determine the factors associated with these difficulties. The main objective of this paper is therefore to identify the problems related to communication between the soldiers detached and their respective families. This work is essentially exploratory, and we established a set of questions, defined hypotheses and attempted to find out clues to answers through the field work. The field work was based on the method of interview survey. There were fifteen semi-structured interviews to various contingent commanders, sergeants, officers of the 10th Contingent and their respective spouses. The majority of respondents believes that the media available are sufficient. The most widely used means of communication is the telephone; it is used daily by most respondents. It appears that there is more difficulty in communicating over the Internet, and less difficulty using the telephone. The main difficulties in maintaining contact through the Internet relate to the fact that it is constantly failing. One of the suggestions made by several interviewees is to increase the capacity of the Internet, namely by acquiring broadband Internet.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/8277
Aparece nas colecções:AM - CM - VS - Trabalho de Investigação Aplicada (TIA) - Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
INF-580-Andreia Lopes.pdf2,12 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.