Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/7859
Título: O recrutamento militar e a conjuntura económica nacional. Estudo sobre a influência da taxa de desemprego na adesão às Forças Armadas
Autor: Vieira, Ricardo
Palavras-chave: Recrutamento
Taxa de desemprego
Motivos de candidatura ao Exército
Data: 1-Set-2011
Editora: Academia Militar. Direção de Ensino
Resumo: O presente trabalho de investigação aplicada (TIA), subordinado ao tema “O recrutamento militar e a conjuntura económica nacional. Estudo sobre a influência da taxa de desemprego na adesão às Forças Armadas”. Insere-se na área do conhecimento da Gestão de Recursos Humanos, estabelece-se como objecto de estudo o recrutamento do Exército Português durante o período de 2005 a 2010, incidindo o problema de investigação no estudo das intenções de ingresso no Exército em função da situação económica do país, e em particular da taxa de desemprego, pretende-se assim estudar e estabelecer a relação entre a taxa de desemprego e o número de candidatos ao Exército. Seguiu-se uma metodologia que teve por base a revisão de literatura, a análise de dados estatísticos e a pesquisa por questionário dirigida a uma amostra composta por 314 jovens com idade compreendida entre os 18 e os 24 anos. Do estudo concluiu-se que o aumento da taxa de desemprego impulsiona o concurso ao Exército. Verificou-se que o Exército possui uma imagem muito positiva junto da população, a grande maioria conhece os locais onde pode ter acesso a informações sobre o Exército e já assistiu a campanhas de divulgação. Entre as razões mais apontadas para concorrer o Exército constam o não ter outra saída profissional, e a segurança profissional que o Exército oferece. Sugere-se como investigação futura, o estudo das candidaturas ao Exército, durante todo o processo de Recrutamento e incorporação de modo a estudar as diferenças motivacionais dos militares que ingressam por motivos intrínsecos e extrínsecos.
Abstract The theme of the present research study is “military recruitment and national economic conjuncture. Study on the influence of unemployment rates on the accession to armed forces”. The study is included in the field of Human Resources Management and its object of study is Army recruitment from 2005 to 2010. It focuses upon the study of the intentions of joining the Army according to the economic situation of the country, particularly upon the unemployment rate. Therefore the present study analyzes the possible relation between the unemployment rate and the number of candidates applying for the Amy. The methodology used was based on literature review, analysis of statistical data and research based on questionnaires directed to a sample of 314 youngsters aged between 18 and 24 years old. One of the conclusions of this research was that the increase of the unemployment rate triggers the applications for the Army. It can also be stated that the Army possesses a very positive image amongst the population; most of the population knows the places to look for information about the Army and have already attended sessions on it. Moreover, the most important reasons for applying for the Army were pointed out as lack of other professional choices but also feelings of professional safety. Further studies on this issue should include the study of applications for the Army throughout the entire selection and incorporation process in order to study the motivational differences of the military that join in for both intrinsic and extrinsic reasons.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/7859
Aparece nas colecções:AM - CS - EGARH - Trabalho de Investigação Aplicada (TIA) - Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TIA-Asp Vieira.pdf2,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.