Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/7546
Título: Redes Internas do GAC. Alterações decorrentes da implementação do SACC
Autor: Janeiro, Hugo
Palavras-chave: Brigada de Reação Rápida
Grupo de Artilharia de Campanha
Sistemas Automático de Comando e Controlo
Redes Internas
Data: 1-Set-2013
Editora: Academia Militar. Direção de Ensino
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar as Redes Internas do Grupo de Artilharia de Campanha (GAC), da Brigada de Reação Rápida (BrigRR), e a implementação do Sistema Automático de Comando e Controlo (SACC) nesta unidade. No Exército Português, e para fazer face ao ambiente operacional contemporâneo, foi adquirido o SACC para a Artilharia, pelo que se tornou necessário efetuar uma investigação no sentido de verificar se são necessárias alterações e quais as que devem ser feitas ao nível das Redes Internas do GAC/BrigRR, decorrentes da implementação do SACC. Para a elaboração deste trabalho, começamos por caracterizar o ambiente operacional contemporâneo e as consequentes novas exigências para a Artilharia de Campanha (AC). De seguida, realizou-se o estudo das capacidades e necessidades para a implementação do SACC e seus subsistemas, e explanamos as várias fases da implementação do SACC no GAC/BrigRR, desde a sua aquisição até aos dias de hoje. Realizou-se também o estudo, ao nível das Redes Internas de um GAC, primeiramente da doutrina portuguesa e da doutrina americana, que decidimos expor como referência. Numa segunda fase, foi feita uma pesquisa, que engloba especificamente o GAC/BrigRR, no que diz respeito ao seu Quadro Orgânico doutrinário e à sua situação atual, relativamente aos materiais utilizados no processo de Comando e Controlo (C2) do GAC. Esta pesquisa teve o intuito de explicitar as capacidades de cada material e uma relação entre a quantidade e tipo de materiais previstos em Quadro Orgânico e a quantidade e tipo de materiais que realmente estão à carga do GAC/BrigRR. Este estudo permitiu ainda analisar a configuração e operacionalização das Redes Internas do GAC/BrigRR, de modo a verificar se a sua organização atual necessita de alterações, que permitam cumprir as suas missões, tendo em vista a maximização das capacidades do SACC em prol do GAC/BrigRR. Desta análise concluiu-se que a organização atual das Redes Internas do GAC/BrigRR não permite corresponder às exigências do SACC, tanto ao nível da configuração das redes como também dos materiais utilizados, o que inviabiliza a maximização das potencialidades do sistema no GAC/BrigRR. Apesar das limitações encontradas nas Redes Internas do GAC/BrigRR, a anterior análise possibilitou efetuar o levantamento e posterior análise, de possíveis configurações de redes a adotar pelo GAC/BrigRR.
Abstract This paper aims to analyze the Internal Networks for the Field Artillery Battalion, from the Quick Response Brigade, and the implementation of the Automated System for Command and Control on this unit. In the Portuguese Army, and to cope with the contemporary operatin g environment, was acquired the Automated System for Command and Control for Field Artillery, so it became necessary to make a research to see if changes are needed and what changes should be made at the level of Internal Networks for the Field Artillery Battalion from the Quick Response Brigade, following the implementation of SACC. For the preparation of this work, we first characterize the contemporary operating environment and the resulting new requirements for the Field Artillery. Then follows the study of the capabilities and requirements for implementation of the Automated System for Command and Control and its subsystems, and expounded the various stages of implementation of the Automated System for Command and Control in the Field Artillery Battalion since its acquisition until the present day. We also conducted the study at the level of an Internal Networks for the Field Artillery Battalion, first the Portuguese doctrine and then the American doctrine, that we decided to expose as a reference. In a second phase, a survey was made, which specifically includes the Field Artillery Battalion, in regard to their doctrinal Organic Framework and its current situation, referring to the equipments used in the process Command and Control of the Field Artillery Battalion. This research aimed to explain the capabilities of each equipment and a relationship between its amount and type provided in Table Organic and the quantity and type that are actually available for the Field Artillery Battalion. This study allowed us to analyze the configuration and operation of the Internal Networks for the Field Artillery Battalion, to check if its current organization needs changes, allowing the fulfillment of their missions in order to maximize the capabilities of the Automated System for Command and Control on behalf of the Field Artillery Battalion. This analysis concluded that the current organization of the Internal Networks for the Field Artillery Battalion does not allow to match the requirements of the Automated System for Command and Control, both in terms of the configuration of the networks as well as the materials used, which prevents the maximization of the potential of the system in the Field Artillery Battalion. Despite the limitations found in the Internal Networks for the Field Artillery Battalion, the previous analysis allowed to make the survey and subsequent analysis of possible network configurations to be adopted by the Field Artillery Battalion from the Quick Response Brigade.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/7546
Aparece nas colecções:AM - CM - TTM - Trabalho de Investigação Aplicada (TIA) - Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TIA - H.Janeiro.pdf2,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.