Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/7277
Título: Será o Pelotão de AA o escalão táctico adequado para garantir a Defesa AA da BrigRR? Qual a organização e tipo de equipamentos adequados à protecção da BrigRR?
Autor: Moreira, Simão
Palavras-chave: Proteção da Força
Artilharia Antiaérea
Defesa Antiaérea
Reação Rápida
Data: 1-Jul-2009
Editora: Academia Militar. Direção de Ensino
Resumo: A Protecção de uma Força, tem em vista diminuir as vulnerabilidades, bem como garantir o potencial de combate face aos efeitos de um potencial adversário. A Artilharia Antiaérea integra este conceito com extrema importância, tendo por missão garantir a liberdade de acção às Forças Terrestres através de uma Defesa Antiaérea adequada e eficaz. Assim, no âmbito do Trabalho de Investigação Aplicada da Academia Militar, foinos proposto um estudo sobre a Defesa Antiaérea da Brigada de Reacção Rápida. Neste contexto, os principais objectivos deste trabalho consistem em verificar qual a unidade de Artilharia Antiaérea adequada à Defesa Antiaérea da Brigada de Reacção Rápida e enunciar um conjunto de características que esta deve possuir. O percurso metodológico compreendeu uma extensa pesquisa bibliográfica e para efectuar um estudo mais aprofundado foram realizadas entrevistas a Oficiais do Exército com conhecimento e experiência nesta área. Com o intuito de familiarizar o leitor com o vasto leque de conceitos associados ao tema em questão procurou-se numa primeira fase efectuar uma revisão literária para, posteriormente apresentar um conjunto de aspectos essenciais à realização do trabalho. Actualmente a Defesa Antiaérea da Brigada de Reacção Rápida é efectuada por um Pelotão de Artilharia Antiaérea. Contudo chegou-se à conclusão que a Defesa Antiaérea desta Brigada deve ser feita por uma Bateria de Artilharia Antiaérea, com características de mobilidade idênticas às da Brigada. Propõem-se que no futuro e, devido ao espectro de missões da Brigada de Reacção Rápida, seja feito um estudo sobre o Treino Operacional da Brigada e a integração da Artilharia Antiaérea.
Abstract The Force Protection plan aims to reduce vulnerability and to ensure the potential to fight against the efforts of a potential adversary. The Air Defense Artillery gives great importance to this concept. Their mission is to ensure freedom of action for land forces through proper and effective Air Defense. So, a study of the Air Defense of the Portuguese Rapid Reaction Brigade was proposed. In this context, the main goals of this study are to verify if the Air Defense Artillery Battery is appropriate for the Air Defense of the Rapid Reaction Brigade and also to outline a set of characteristics that it should have. The methodology study included an extensive search of the literature and several interviews with Army Officers with knowledge and experience in this area. In order to familiarize the reader with a broad range of concepts associated with the issue in question, we have tried, in a preliminary phase, to make a review of the literature available, so we can, in a second phase, present a set of key aspects of the implementation work. Today the Air Defense of the Rapid Reaction Brigade is made by an Air Defense Artillery platoon, however it was concluded that the Air Defense of the Brigade must be made by a battery of Air Defense Artillery, with similar characteristics of mobility to the Brigade. It proposes that due to the range of missions of the Rapid Reaction Brigade, in the future a study should be made of the Brigade training and operational integration of anti-aircraft artillery.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/7277
Aparece nas colecções:AM - CM - OM - Trabalho de Investigação Aplicada (TIA) - Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A Defesa AA da BrigRR.pdf2,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.