Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/7271
Título: A protecção antiaérea das Forças Nacionais Destacadas
Autor: Carvalho, Ricardo
Palavras-chave: Artilharia Antiarea
Forças Nacionais Destacadas
Operações de resposta a crises
Proteção Antiaerea
Reequipamento
Data: 1-Jul-2009
Editora: Academia Militar. Direção de Ensino
Resumo: O presente trabalho tem como objectivo analisar a capacidade de emprego de unidades de Artilharia Antiaérea em Forças Nacionais Destacadas. Para concretizar este objectivo procedeu-se ao estudo da participação nacional em Operações de Resposta a Crises, recorrendo à análise três casos de estudo distintos. Ainda neste âmbito, foi igualmente abordada a perspectiva de participação nas iniciativas de defesa no âmbito da Organização do Tratado do Atlântico Norte e da União Europeia (a NATO Response Force e os Battlegroups, respectivamente). Decorrente desta análise, surgiu a necessidade de investigar acerca da actual prontidão das unidades de Artilharia Antiaérea. O referido estudo teve por base a análise dos recursos humanos e materiais, bem como as actividades de treino desenvolvidas. Conclui-se que a limitação de recursos materiais, tem vindo a hipotecar a participação das unidades de Artilharia Antiaérea em forças projectáveis, muito especialmente devido à ausência de um sistema de comando e controlo. Porém, consideramos que as unidades de Artilharia Antiaérea têm o seu papel a desempenhar em Operações de Resposta a Crises, sendo preponderantes na garantia da protecção antiaérea em cenários de alta intensidade ou no inicio das operações. O processo de reequipamento previsto na Lei de Programação Militar permitirá colmatar as lacunas existentes ao nível dos recursos materiais, devendo ser atribuída prioridade à aquisição de um sistema de comando e controlo.
Abstract This study aims to examine the viability of employing units of air defense artillery in expeditionary forces. To achieve this purpose an analysis was made of the national participation in Crisis Response Operations. This analysis was based on three different case studies. In this context, the prospect of participation was also considered, in defense activities within the Organization of the North Atlantic Treaty and the European Union (NATO Response Force and the Battle groups, respectively). It became clear from this analysis, that it would be necessary to investigate th e current readiness of the air defense artillery units. This study was based on the analysis of the human and material resources and training activities undertaken. It is concluded that the limitation of material resources, has been preventing the participation of air defense artillery units in expeditionary forces, especially due to the absence of a command and control system. However, we believe that the air defense artillery units have a role to play in Crisis Response Operations, especially in scenarios of high intensity or at the beginning of operations, ensuring adequate air defense. The process of material re-equipment provided for the Military Programme will bridge the gaps in terms of material resources. Priority should be given to purchasing the command and control system.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/7271
Aparece nas colecções:AM - CM - OM - Trabalho de Investigação Aplicada (TIA) - Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A Protecção Antiaérea das FND.pdf1,74 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.