Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/5849
Título: Utilização de Algas na produção de bioetanol
Autor: Diogo, Elsa Maria dos Santos
Palavras-chave: Algas
Cladophora aegagropila
Spirogyra sp.
Anabaena sp.
Açucares
Nutrientes
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Tomar
Resumo: Este trabalho, desenvolvido no contexto de estágio curricular nos laboratórios de Engenharia Química e Ambiente do Instituto Politécnico de Tomar, teve como principal objectivo estudar a potencialidade de produzir biomassa algal, de forma integrada no processo de tratamento de águas residuais através de zonas húmidas construídas. Neste âmbito, desenvolveram-se actividades predominantemente de foro experimental segundo três vertentes: a implementação ou validação de técnicas analíticas, tais como a determinação da concentração de nutrientes na fase aquosa, o teor de biomassa em termos secos e o teor de açúcares totais e redutores; o estudo da potencialidade de utilização de lixiviados, ricos em nutrientes, obtidos de argilas expandidas usadas como enchimento de zonas húmidas construídas, como meio de crescimento de micro e de macroalgas; a avaliação e tentativa de optimização do crescimento das microalgas e das macroalgas. Escolheu-se a macroalga Cladophora aegagropila atendendo a estar referenciada pela sua capacidade de clarificação das águas. Estudou-se o crescimento da macroalga em substratos tradicionais, e na argila expandida sem qualquer tratamento, verificando-se uma aparente boa adequação das algas a este diferente substrato. Não existindo dados na literatura sobre o teor de açúcares ou amidos nesta alga, determinou-se por análise que o teor em açúcares totais é de 38,8%, dos quais 22,4% são açúcares redutores. Foram também estudadas duas microalgas, Anabaena sp. e Spirogyra sp. Avaliou-se a cinética de crescimento em diferentes meios de crescimento, determinando-se a taxa específica de crescimento e o tempo de duplicação. A concentração máxima obtida foi de 0,21 g/L para a Anabaena sp., sendo de salientar que o meio líquido obtido por lixiviação da argila expandida comprovou ser apropriado para o crescimento das microalgas, apesar de conduzir a taxas específicas de crescimento inferiores. A utilização dos lixiviados pode representar uma redução de custos na produção de algas, e uma forma de regenerar os materiais de enchimento usados nas zonas húmidas construídas
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/5849
Aparece nas colecções:IPT - ESTT - Dissertações de Mestrado ou Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
agradecimentos.pdf6,49 kBAdobe PDFVer/Abrir
tese final.pdf3,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.