Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/4222
Título: Perceção de risco e comportamentos seguros: qual o papel destes elementos enquanto componentes da cultura de segurança organizacional?
Autor: Pacheco, Celso
Orientador: Lima, Paulo
Palavras-chave: Perceção de risco
Comportamentos seguros
Cultura de segurança
Acidentes de trabalho
Risk perception
Safety behaviors
Safety culture
Accidents
MSHT
Data de Defesa: 2013
Editora: Escola Superior de Ciências Empresariais
Resumo: Em segurança, grandes avanços foram realizados no que diz respeito aos aspetos ambientais, tecnológicos, legais e organizacionais e isso fez com que os índices de acidentes fossem reduzidos de forma significativa em Portugal e no mundo. No entanto, no nosso país, ainda ocorrem cerca de 200 a 300 mil acidentes de trabalho por ano, sendo o sector de Industria de Transformação o mais afetado, com cerca de 32% do total dos acidentes ocorridos no ano de 2008. O propósito deste trabalho foi tentar entender qual o papel da perceção de risco e dos comportamentos de segurança no desempenho em segurança e saúde do trabalho, e consequentemente, na cultura de segurança da organização. O presente pretende descrever, sucintamente, os vários capítulos e seu conteúdo. Na primeira parte do trabalho fizemos referência a vários tipos de modelos de análise de acidentes, dando especial enfoque aos fatores humanos e organizacionais na ocorrência de incidentes e acidentes. Foram também abordados alguns conceitos importantes da segurança, nomeadamente, a cultura de segurança, a perceção do risco e o desenvolvimento de comportamentos seguros. Na segunda parte para além de uma breve descrição da organização e da sua política de SHT, foram descritos, respetivamente, o método utilizado na recolha de dados, tipo de pesquisa, caracterização da amostra, instrumento utilizado na recolha de dados, operacionalização de escalas e, por último, a análise dos dados obtidos. Relativamente aos resultados obtidos, observámos que a média das diferentes escalas de perceção está compreendida entre os 3,79 e os 4,56 pontos, estando o desvio padrão situado entre 0,52 e 1,38 pontos. As escalas Organização e Comportamentos Individuais de Segurança, obtiveram pontuações globais mais elevadas do que as restantes escalas, o que de um modo geral, reflete a perceção positiva dos trabalhadores para com as ações da organização na promoção da segurança, e também, propensão destes para o desenvolvimento de comportamentos seguros. Por fim, e tendo em conta a política de melhoria contínua levada a cabo pela organização em estudo, foram elencadas algumas propostas de melhoria com base nos resultados obtidos, medidas estas que visam a melhoria do Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho existente.
In safety, major advances have been made regarding environmental, technological, legal and organizational aspects, causing a significant reduction of accident rates in Portugal and worldwide. However, in our country, there are still about 200 to 300 thousand accidents a year, being the sector of Transformation Industries the most affected, with about 32% of all accidents in 2008. The aim of this study was trying to understand what’s the role of risk perception and safety behavior in the health and safety performance, and consequently, on organizational safety culture. This is intended to describe briefly the various chapters and their contents. In the first part of the work we referred to various kinds of accidents analysis models, with special focus on human and organizational factors in the occurrence of incidents and accidents. We also discuss some important concepts of security like safety culture, risk perception and the development of safe behaviors. In the second part, after a brief description of the organization and its policy of EHS, were described, respectively, the method used in data collection, research type, sample characterization, used instrument, used scales, and finally, the data analysis. Regarding the obtained results, we observed that the average of different perception scales is comprised between 3.79 and 4.56 points, being the standard deviation between 0.52 and 1.38 points. The Organization Behavior and Individual Safety Behaviors scales had higher overall scores than the other scales, which generally reflects the positive perception of the employees towards the organization's actions in promoting security, and also, propensity to the development of safe behaviors. Finally, taking into account the continuous improvement policy undertaken by the organization under study, some suggestions were listed regarding improvement possibilities based on the obtained results, these measures aimed at the improvement of the Health and Safety Management System.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Segurança e Higiene do Trabalho
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/4222
Aparece nas colecções:IPS - ESTS - MEDIATECA - Dissertações de mestrado
IPS - ESCE - CDOC - Dissertações de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MSHT 090314016.pdf1,95 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.