Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/1483
Título: Uma Indústria de Defesa Competitiva e Viável para a Defesa da Europa
Autor: Silva, António Eduardo Mateus da
Palavras-chave: Indústria militar
Defesa da Europa
Segurança
Economia
Despesas militares
I&D
Europa
Data: 1999
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: 2ª Série;Nº 90 (Verão 1999)
Resumo: A análise económica das despesas militares é difícil e controversa. O indicador despesas com a defesa/produto interno bruto é discutível mas permite tirar algumas conclusõeso relacionamento entre a defesa e a economia pode conter duas abordagens diferentes: a economia da defesa e a defesa da economia. Neste quadro assume particular relevância a Indústria de Defesa que se justifica por razões estratégicas mas deve também satisfazer critérios de racionalidade económica. No novo cenário económico e estratégico assistimos a uma profunda reestruturação da Indústria de Defesa Mundial compartimentada em áreas geográficas. A Europa tem de acompanhar a reestruturação que os EUA fizeram. Portugal e a sua Indústria de Defesa tem de se enquadrar neste cenário envolvente, defender os seus interesses ao nível Europeu, restruhuar-se, investir em I&D, aproveitar as contrapartidas da LPM e estabelecer alianças estratégicas.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/1483
ISSN: 0870-757X
Versão do Editor: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/nacaodefesa/textointegral/NeD90.pdf
Aparece nas colecções:IDN - Revista Nação e Defesa

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
NeD90_AntonioEduardoMateusdaSilva.pdf536,16 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.