Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.26/1351
Title: Um Regime de Segurança para o Mediterrâneo: as Dificuldades do Processo
Authors: Pinto, Maria do Céu
Keywords: Relações internacionais
Segurança regional
Cooperação
Geoestratégia
Ameaças
Islamismo
Fundamentalismo
Terrorismo
Proliferação
Armas de destruição massiva
Migrações
Pós-guerra fria
UE (a partir de 1993)
NATO (EUA, 1949)
Mediterrâneo (região)
Oceano Atlântico
Europa
Médio Oriente
Magrebe
EUA
Issue Date: 2004
Publisher: Instituto da Defesa Nacional
Series/Report no.: 2ª Série;Nº109 (Outono-Inverno 2004)
Abstract: Passados mais de dez anos sobre o fim da Guerra Fria e contando com alguns anos de experiência das iniciativas de diálogo euro/ /atlântico-mediterrânicas, pode-se com rigor concluir que o ambiente de incerteza e de insegurança na bacia mediterrânica se dissipou? Dificilmente. O novo contexto internacional do pós-11 de Setembro, veio sublinhar a importância da cooperação euro-mediterrânica. Não existe uma identidade de segurança no Mediterrâneo e, assim, as possibilidades de criação e sustentabilidade de um regime de segurança cooperativo e multilateral são fracas. Na vertente da segurança, o Processo de Barcelona, tornou-se apenas numa estrutura de diálogo, informação e transparência, um mecanismo gerador de confiança sistémica. No processo, foi reduzida ao mínimo denominador comum e esvaziada das potencialidades para acções de prevenção de conflitos e de gestão de conflitos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/1351
ISSN: 0870-757X
Publisher Version: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/consulta/NeD/NeD109/NeD109.pdf
Appears in Collections:IDN - Revista Nação e Defesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NeD109_MariaCeuPinto.pdf170,42 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.