Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/1243
Título: Regional security and the Nagorno-Karabakh conflict
Autor: Cierco, Teresa
Freire, Maria Raquel
Palavras-chave: Relações internacionais
Segurança regional
Conflito
Gupos étnicos
OSCE (a partir de 1995)
ONU
Cáucaso
Rússia
Irão
Turquia
Arménia
Azerbeijão
EUA
Data: 2005
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: 3ª Série;Nº 110 (Primavera 2005)
Resumo: Existente há mais de uma década, o conflito entre a Arménia e o Azerbaijão sob o enclave de Nagorno-Karabakh tem afectado a segurança e a estabilidade da região. Enraizada em aspectos étnicos, políticos e económicos, as pretensões distanciadas dos partidos e posições intratáveis, dificultaram a busca de uma solução política. A combinação de uma situação permanente de conflito, com os movimentos em massa da população, a instabilidade económica, as dificuldades sociais e as práticas autoritárias, constituem um enorme desafio para a segurança da região. Aliado aos interesses competitivos dos poderes externos, incluindo o Irão, a Turquia, a Rússia e os Estados Unidos, a situação permanece altamente volátil. Neste contexto de tensão e inter-relação dos desafios e riscos, a conjugação de interesses e exigências em conflito tornou complexo o alcance de um entendimento político. Isto, juntamente com as implicações humanas e materiais do conflito, foi discursado fundamentalmente pelos esforços de mediação da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), pelo Grupo Minsk e pelas actividades do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (UNHCR). Perante uma situação política, socio-económica e humanitária problemática, quais foram as principais posições e limites destes esforços internacionais? Até que medida pode a conjugação de actores internos e externos promover a segurança e estabilidade regional, contribuindo para o estabelecimento político do conflito de Karabakh. E como é que o contexto regional de instabilidade afecta o processo de negociações e as iniciativas operacionais promovidas por estas organizações internacionais? Ao procurar respostas para estas questões, este artigo pretende perceber os esfor- ços internacionais rumo à descoberta de um entendimento político para o conflito de Nagorno-Karabakh, como um aspecto fundamental para a promoção da estabilidade e bom governo no Caucasus, questionando meios e procedimentos, clarificando progressos e falhas e sugerindo possíveis alternativas
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/1243
ISSN: 0870-757X
Versão do Editor: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/consulta/NeD/NeD110/NeD110.pdf
Aparece nas colecções:IDN - Revista Nação e Defesa

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
NeD110_TeresaCierco_MariaRaquelFreire.pdf336,2 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.