Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/1235
Título: Quelle est la nouveauté des "nouvelles guerres"?
Autor: Derriennic, Jean-Pierre
Palavras-chave: Estratégia
Pensamento militar
Guerra
Teoria
Conflito
Violência
Paz
Nacionalismo
Terrorismo
Data: 2005
Editora: Instituto da Defesa Nacional
Relatório da Série N.º: 3ª Série;Nº 111 (Verão 2005)
Resumo: O tema das “novas guerras” que se teriam multiplicado desde do fim da guerra fria, resulta de uma percepção errada do passado. A nossa época caracteriza-se pelo declínio das guerras regulares entre Estados nacionais mais do que por um aumento das guerras civis ou dos conflitos violentos não-estatais. A análise aroniana das guerras privilegiou de início as guerras entre Estados, depois as guerras civis ideológicas e de secessão, que podem ser analisadas em termos de relações racionais entre política e estratégia. Ela integra mais dificilmente as formas de violência colectiva que se observa nos Estados em ruínas, como a China de 1920 e o Congo da actualidade, e nos conflitos de criação de Estados como os Balkans do início e do fim do século XX. O método aroniano conserva, no entanto, a sua pertinência para alertar contra certos erros políticos: a sobrestimação da ameaça terrorista, a tentação de alargar um conflito a partir de preocupações militares quando a razão política recomendaria a sua limitação, a subestimação da importância dos Estados para preservar a igualdade e limitar a violência.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/1235
ISSN: 0870-757X
Versão do Editor: http://www.idn.gov.pt/publicacoes/consulta/NeD/NeD111/NeD111.pdf
Aparece nas colecções:IDN - Revista Nação e Defesa

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
NeD111_JeanPierreDerriennic.pdf279,34 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.