Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/10828
Título: Tecnologias e Práticas Lean Thinking na Fileira das Rochas Ornamentais
Autor: Antunes da Silva, Agostinho Manuel
Orientador: Moreira de Carvalho, Rui
de Sousa Oliveira, Anabela
Palavras-chave: parcerias, cluster, rochas ornamentais, inovação, internacionalização
Data de Defesa: 24-Out-2014
Resumo: O objeto de estudo desta dissertação é a avaliação do impacto das práticas e tecnologias lean thinking no negócio na fileira das Rochas Ornamentais (RO). Ainda que não seja o objeto de estudo desta investigação, existe desde 2004, uma verdadeira aliança entre o setor do Calçado e o setor das Rochas Ornamentais em Portugal, alicerçada em processos de fertilização cruzada e de partilha ativa de knowhow/ transferência de tecnologia. O setor das Rochas Ornamentais começou por importar o modelo de estratégia que estava a ser seguido pelo setor do Calçado, o qual, desde o Projeto Mobilizador FACAP (Fábrica Calçado Pedip), estava a adotar tecnologias lean thinking nas empresas e, com isso, a aportar flexibilidade e resposta rápida à sua capacidade produtiva. A “importação” do modelo FACAP pela fileira das RO, foi possível através de algumas das empresas tecnológicas que ao partilharam a atividade pelos dois setores atuaram como “agentes mobilizadores” que, sob o ambiente favorável do Centro Tecnológico da Calçado (CTCP) promoveu rede de investigação (Sistema de Ciência e Tecnologia). O primeiro grande impulso desta nova postura traduziu-se, assim, no Projeto Mobilizador JETSTONE (Pedra Flexível), que integrou, em consórcio, dez entidades do meio empresarial e científico nacional. Os resultados obtidos pelo projeto JETSTONE encorajaram a manutenção da aposta no caminho leanstone traçado, postura esta que deu origem à criação do Projeto Mobilizador INOVSTONE (Pedra Inovadora). Volvida uma década, verifica-se que, pese embora a retração doméstica, e mesmo ibérica, na procura de materiais de construção, as empresas de RO Portuguesas estão a responder positivamente aos novos desafios com que se deparam. Assim, o aumento anual das exportações da fileira das RO continua próximo dos 10%; várias das tendências tecnológicas para as RO são de origem Portuguesa; A cadeia de valor dos produtos em Pedra continua a subir e, estima-se que o VAB das exportações do setor, esteja já, acima dos 80%. É sobre este trajeto que esta dissertação se foca, e analisa. E tenta oferecer pistas de atuação.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/10828
Designação: Mestrado em Estratégia de Investimento e Internacionalização
Aparece nas colecções:ISG - Dissertações de Mestrado em Estratégia de Investimento e Internacionalização

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Agostinho Silva_Tecnologias Lean Thinking no setor RO_08_11_2014 V6.pdf1,94 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.