Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/10746
Título: Avaliação da perturbação de hiperatividade e défice de atenção na adolescência
Autor: Santos, Odete Pereira dos
Orientador: Amado, Nuno
Palavras-chave: Attention-deficit/hyperactivity disorder
evaluation; adolescence
Conners scale (CADS-A)
Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção
avaliação
adolescência
escala de Conners (CADS-A)
Data de Defesa: 2012
Resumo: A elevada prevalência da Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA) junto da população escolar justifica o desenvolvimento de estudos no domínio da avaliação. O objetivo desta dissertação é estudar a avaliação de sintomas de PHDA através de três fontes distintas, pais, professores e adolescentes. Participaram no estudo realizado 369 alunos de duas escolas públicas, com idades entre os 12 e os 17 anos. Numa primeira fase, foi aplicada uma escala de avaliação de sintomas de PHDA, com base nos critérios do DSM-IV, a pais e professores e foi aplicada a escala de Conners (CADS-A) aos adolescentes. Numa segunda fase, aplicou-se um teste de atenção, um questionário de bem-estar subjetivo e um questionário de procrastinação, a 56 alunos que reuniram indicadores da PHDA e a 63 alunos que não reuniram indicadores da PHDA e que apresentaram bom rendimento escolar. A frequência de PHDA encontrada foi 15%, com a proporção entre adolescentes masculinos e femininos de 53,6% e 46,4%, respetivamente. O subtipo desatento foi o mais predominante, seguido do hiperativo-impulsivo e do combinado. Observou-se uma elevada taxa de concordância entre o relato de informantes para sintomas de PHDA. Os sintomas de desatenção e de hiperatividade-impulsividade estão inversamente correlacionados com o rendimento escolar, capacidade de atenção e bem-estar subjetivo e associados a comportamentos procrastinatórios. A escala CADS-A aparenta ser um indicador pouco sensível na avaliação da PHDA, na adolescência. Por seu lado, a avaliação de pais e professores mostrou ser mais eficaz na identificação de alunos cujo conjunto de sintomas de PHDA identificados compromete o seu rendimento escolar e o seu bem-estar. A validade do autorrelato para a identificação de sintomas de PHDA na adolescência parece ser menor quando comparada com a avaliação de terceiros.
The high prevalence of the Attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) in students justifies the study of new methods to evaluate its symptoms. The focus of this work is to study the evaluation of ADHD symptoms using three distinct sources: parents, teachers and teenagers. This study was based on 369 students from two public schools, with ages between 12 and 17 years. Initially, an evaluation scale of ADHD symptoms, based on DSM-IV criteria, was applied to parents and teachers. The Conners scale (CADS-A) was applied to teenagers. Afterwards, we tested the attention span and surveyed the subjective well-being and procrastination levels of 56 students that had sufficient indicators of ADHD, as well as 63 students that did not have sufficient indicators and had a positive school performance. We concluded that the frequency of ADHD was 15% of the sample, where 53,6% were male and the remaining 46,4% were female. The most prominent subtype was the inattentive type, followed by the hyperactive/impulsive and the combined types. We observed a high degree of agreement between the various accounts of ADHD symptoms given by informants. The symptoms of absentmindedness and hyperactivity/impulsivity are inversely correlated with that of school performance, a high attention span and subjective well-being, but are, however, connected to procrastinatory behaviour. The CADS-A scale seems to be an imprecise indicator for the evaluation of ADHD in adolescence. On the other hand, evaluations conducted by parents and teachers were shown to be much more effective in the identification of students with a set of ADHD symptoms that compromise their school performance and well-being. There appears to be less validity in self-reports for the identification of ADHD symptoms in adolescence when compared to evaluations made by others.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/10746
Designação: Mestrado em Necessidades Educativas Especiais – Área de Especialização em Cognição e Motricidade
Aparece nas colecções:ISEC - EE - Mestrado em Necessidades Educativas Especiais - Área de Especialização em Cognição e Motricidade

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Avaliação da PHDA na Adolescência - Odete.pdf963,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.