Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/10522
Título: Evolução Financeira das Freguesias: Região de Lisboa e Vale do Tejo: período de 2009 - 2012
Autor: Ascenso, Rute Cordeiro
Orientador: Teixeira, Ana Bela
Palavras-chave: Freguesias
Contabilidade pública
Gestão pública
Autarquias Locais
Análise Financeira
Parishes
Public Accounting
Public management
Local Authorities
Financial Analysis
Data de Defesa: Dez-2015
Editora: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Ciências Empresariais
Resumo: Anualmente é publicado o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, o qual apresenta uma análise orçamental e económica e financeira das contas dos Municípios Portugueses desde 2007, não sendo todavia as freguesias, objeto de análise. O presente estudo tem como objetivo analisar a evolução orçamental e económica e financeira das freguesias da Região de Lisboa e Vale do Tejo no período de 2009 a 2012, que apliquem o regime geral, tal como os Municípios, garantindo assim, a possibilidade de efetuar para as freguesias, um estudo semelhante ao apresentado no Anuário. As freguesias do regime simplificado não são objeto de análise pelas diferenças existentes entre os dois regimes contabilísticos previstos no POCAL. Assim, após um breve enquadramento das freguesias quer no Setor Público Administrativo quer, no normativo contabilístico aplicável, efetuou-se a caraterização e diferenciação apresentada no POCAL no que se refere ao regime geral e ao regime simplificado. Foi ainda evidenciado o objetivo e informação apresentada, ao longo dos anos, no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses destacando-se, o conjunto de indicadores utilizados, consistentemente, ao longo dos anos e vários rankings dos Municípios. Nesse sentido e porque as freguesias que aplicam o regime geral fazem a sua prestação de contas de forma idêntica à dos Municípios, neste estudo, foi efetuado um estudo de caso com as freguesias da Região de Lisboa e Vale do Tejo que aplicavam o regime geral e onde se concluiu, genericamente que, nas freguesias estudadas, não existe independência financeira no período de 2009 a 2012 e que o grau de execução orçamental da receita, em média, é de 91,30%. As receitas correntes são as com maior peso no orçamento, representando em média, 93,75%. O grau médio de execução da despesa nos anos em análise foi de 77,44% verificando-se um decréscimo ao longo do período. As despesas com maior peso são as correntes com a média de 85,23%, sendo as despesas com a aquisição de bens e serviços e as despesas de pessoal, as que representam o maior peso dentro deste grupo económico, em média 42,17% e 36,33% respetivamente. Na análise patrimonial verifica-se que a componente do Ativo com maior peso é o imobilizado representado pela média de 70,58% no período de análise, sendo 52,04% a média do imobilizado corpóreo. No passivo as dívidas de curto prazo representam em média 55,57% do total do passivo e o passivo não exigível, representa em média, 44,43%. Os Resultados Económicos no conjunto da amostra são positivos à exceção do ano de 2011 com o resultado negativo de 80.106,75€, Neste estudo foram ainda apresentados vários rankings entre as freguesias em estudo.
Abstract:The Financial Yearbook of Portuguese Municipalities is published annually, which represents an economic and financial analysis of the accounts of Portuguese Municipalities since 2007, not yet being the parishes, the object of analysis. The aim of this study is to analyze the evolution of the economic budget and financial development of the parishes of Lisbon and Vale do Tejo from 2009 to 2012, applying general rules, such as the Municipalities, to ensure the possibility to make for parishes, a similar study to appear in the directory. The simplified scheme of the parishes, are not analyzed due to the differences between the two accounting regimes provided for in POCAL. After a brief outline of the parishes either in the general government sector or in the applicable accounting standards, it was performed the characterization and differentiation presented in POCAL as regards the general scheme and the simplified. In the Financial Yearbook of Portuguese Municipalities, there was also information presented, highlighting the set of indicators used consistently over the years and various rankings of Municipalities. In this sense and because the parishes implement the general system make their provision so identical to the municipalities, in this study, a case was carried out with the parishes of the Lisbon and Vale do Tejo which applied the general rules and it was generally concluded that, in the studied parishes, there is no financial independence from 2009 to 2012 and the level of budgetary implementation of revenue on average is 91.30%. Current revenues are more than an item in the budget, representing an average of 93.75%. The average degree of implementation of the spending in the years under review was 77.44% proving that was a decline over the period. The cost of greater weight are the chains with an average of 85.23% and the cost of purchasing goods and services and personnel expenses, which account for the largest share within this economic group, on average 42.17% and 36.33% respectively. The analysis verifies that the active component with the highest load is represented by the average assets of 70.58% over the analysis period, and 52.04% average of tangible assets. In liabilities Short-term debts represent an average of 55.57% of total liabilities and non-current liabilities represents an average of 44.43%. The economic results for the whole trial are positive except for the year 2011 with the loss of € 80,106.75. In this study we were also shown various rankings among the parishes under study.
Descrição: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Contabilidade e Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/10522
Aparece nas colecções:IPS - ESCE - CDOC - Dissertações de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Rute Ascenso_Aluna n.º 130312013.pdf1,67 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.