Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/10188
Título: Por que os polícias decidem dar ordem de paragem: Um estudo sobre a tomada de decisão
Autor: Ratinho, Bruno António Gameiro Correia
Orientador: Pais, Lúcia G.
Felgueiras, Sérgio
Palavras-chave: Atividade Policial
Operação de Fiscalização de Trânsito
Tomada de Decisão
Polícia
Data de Defesa: Mai-2015
Resumo: A condição humana impõe limitações que condicionam a tomada de decisão num mundo cheio de incertezas, estejam elas ligadas às coisas mais simples da vida ou às mais complexas. Muitas vezes confrontado com a urgência da decisão, o decisor não consegue atender à quantidade de informação revelante disponível a fim de assegurar um curso de ação que culmine na adoção de uma decisão ótima, uma vez que não é possível considerar todas as alternativas possíveis. Assim, recorre a estratégias que permitem simplificar a análise de modo a conseguir soluções satisfatórias para os problemas, ainda que imperfeitas. A condição do elemento policial é semelhante à do decisor comum. Na atividade policial diária padece das mesmas limitações, trabalha num ambiente complexo, por vezes hostil, e está sujeito a um constante cerco social e político. Este estudo visa compreender o que determina uma decisão de ordem de paragem durante a realização de uma operação de fiscalização de trânsito. Realizou-se uma simulação para recolha de dados com recurso à técnica pensar alto estimulado retrospetivamente. Discute-se se a experiência e o conhecimento especializado são essenciais na execução de tais ações, bem como se os elementos policiais recorrem predominantemente a indicadores objetivos ou subjetivos para selecionar veículos para fiscalizar.
The human condition imposes limitations which affect decision-making in a world filled with uncertainty, are they connected to the simplest things in life or to the most complex. Often faced with the urgency of the decision, the decision maker is unable to meet the amount of revelant information available in order to ensure a course of action culminating in the adoption of an optimal decision, since it is not possible to consider all the possible alternatives. Thus, using strategies that enable you to simplify the analysis in order to achieve satisfactory solutions to the problems, even if imperfect. The condition of the police element is similar to the common decider. Daily police activity suffers from the same limitations, works in a complex environment, sometimes hostile, and is subjected to a constant social and political siege. This study aims to understand what determines a decision to order stop while conducting a traffic surveillance operation. A simulation was performed to collect data using the stimulated retrospective think aloud technique. This study discusses if the experience and expert knowledge are essential in the implementation of such actions, as well as whether the police elements use predominantly objective or subjective indicators to select vehicles to inspect.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/10188
Designação: Dissertação de Mestrado Integrado em Ciências Policiais / XXVII Curso de Formação de Oficiais de Polícia
Aparece nas colecções:ISCPSI - Dissertações do Ciclo de Estudos de Mestrado Integrado em Ciências Policiais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_versão_24ABR15.pdf825,66 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.