Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/10076
Título: As relações NATO
Outros títulos: União Africana e a resolução de conflitos no Continente Africano
Autor: Pereira, Paulo
Palavras-chave: Arquitetura de Paz e Segurança Africana
Cooperação e parceria
Complementaridade
OTAN
NATO
Resolução de conflitos
União Africana
African Peace and Security Architecture
African Union
Conflict resolution
Cooperation and partnership
Data: 2014
Editora: IESM
Resumo: A conflitualidade em África assume importância global e exige respostas multidimensionais e multidisciplinares. A cooperação e as parcerias com atores externos vêm auxiliando a promoção da Paz e Segurança neste continente, onde a União Africana vem cimentando a posição de interlocutor em África, promovendo as soberanias e o regionalismo, confirmando a Arquitetura de Paz e Segurança Africana como modelo para a resolução de conflitos. A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) tem assumido uma postura de apoio, de acordo com as solicitações africanas, as suas prioridades e as capacidades disponíveis. O estudo que apresentamos procura efetuar o levantamento de opções, prioridades, possibilidades de cooperação e complementaridade entre os atores, verificando as hipóteses de aprofundamento e sistematização da relação OTAN- União Africana. Através da análise efetuada, enfatizámos os contributos da União Africana e da OTAN no quadro das intervenções para a resolução dos conflitos, verificando a sua evolução face às tendências de conflitualidade em África no horizonte 2030, de modo a objetivar o aprofundamento da cooperação, concluindo que a cooperação bilateral com a OTAN pode carrear mais-valias à afirmação africana e que o modelo de complementaridade, nomeadamente com a União Europeia, assegura eficácia, cria sinergias e permite a rentabilização dos recursos disponíveis, maximizando o apoio à estrutura africana de promoção da Paz e Segurança e de resolução dos conflitos. Neste contexto propomos modelos de cooperação OTAN-União Africana e de complementaridade OTAN-União Europeia, com as respetivas áreas de intervenção, tipificámos os vetores estratégicos a implementar e sistematizámos ações a empreender. Sendo o estudo de natureza académica, apontámos possibilidades exequíveis, cuja materialização depende de fatores não tangíveis, internos às organizações, de opções, de prioridades e da disponibilidade de recursos. Abstract: The conflict in Africa assumes global importance and requires multidimensional and multidisciplinary responses. Cooperation and partnerships with external actors have been assisting the promotion of peace and security on this continent, where the African Union (AU) has been cementing the position of interlocutor in Africa, promoting the sovereignty and regionalism, confirming the African Peace and Security Architecture (APSA) as a model for conflict resolution. The North Atlantic Treaty Organization (NATO) has assumed a posture of support, according to African requests, its priorities and the available capacities. This study seeks to survey of options, priorities, opportunities for cooperation and complementarity between the actors, analysing the possibilities of deepening and systematization of NATO-AU relationship. Through the analysis performed, we have highlighted the contributions of the African Union and NATO within the framework of interventions for the resolution of conflicts, checking its progress vis-à-vis conflict trends in Africa on the horizon 2030 in order to objectify the deepening of cooperation, concluding that the bilateral cooperation with NATO can bring added value to the African statement and that the model of complementarity, in particular with the European Union (EU), ensures efficiency, creates synergies and enables monetization of available resources, maximizing support for African structure of promoting peace and security and conflict resolution. In this context we have proposed models of NATO-African Union cooperation and NATO-European Union complementarity, systemizing the strategic vectors to implement this cooperation and structuring the actions to undertake. Being the study of academic nature, we identify achievable possibilities, whose implementation depends on factors not tangible internal to the organizations, options, priorities and availability of resources.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/10076
Aparece nas colecções:IUM - CRC - CPOS - MAR - Trabalhos de Investigação Individual

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TII- As relações NATO - UA e a Resolucao de conflitos no con.pdf8,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.