Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/10029
Título: A Mobilização
Autor: Rainha, Jorge
Palavras-chave: Mobilização
Convocação
Recursos Humanos
Sistema Nacional de Mobilização e Requisição
Reserva de Disponibilidade
Reserva de Recrutamento
Bases de Dados
Data: 2012
Editora: IESM
Resumo: O trabalho realizado tem como objetivo, estudar a mobilização e o seu sistema de mobilização, a forma como gerem a obtenção de Recursos Humanos, saber se respondem em tempo oportuno às eventuais necessidades e procurando indicar possíveis soluções para colmatar as lacunas e problemas identificados, com a finalidade de melhorar o sistema. Para realizar o objetivo do trabalho, recorremos à legislação e à documentação existente para lhe dar suporte legal e verificar a existência de falhas. Do mesmo modo efetuamos entrevistas a entidades com responsabilidade no âmbito do Sistema Nacional de Mobilização e Requisição, do Ministério da Defesa e dos ramos das Forças Armadas, com a finalidade de obter a informação necessária, para se poder construir um quadro de conhecimento consistente e consequente em relação às responsabilidades individuais e ao funcionamento do sistema como um todo. Os resultados principais que obtivemos da realização do trabalho podem agrupar-se em três grandes áreas. Em relação à primeira, podemos dizer que a legislação existente permite a realização da mobilização com o objetivo de obter recursos humanos, no entanto necessita de alguma revisão, uma vez que apresenta algumas lacunas que dificultam o seu correto funcionamento. Em segundo lugar, as entidades responsáveis pela mobilização, apesar de terem as suas atribuições definidas, deparam-se com dificuldades e lacunas no modo como se encontram preparadas. Para que a mobilização possa funcionar corretamente deve-se proceder a uma maior uniformização de procedimentos, para que esta possa funcionar de uma forma célere e correta. No entanto as lacunas identificadas, no nosso entender, não são de difícil resolução. Por último podemos referir que, o funcionamento do sistema de mobilização apresenta lacunas, apesar de, no nosso entender, se encontrar corretamente estruturado para a nossa realidade atual. É necessário que as lacunas identificadas sejam colmatadas, efetuando por um lado alterações legislativas e por outro, através da realização de planos e de exercícios, de modo a que numa eventualidade, se possa concretizar a mobilização com o mínimo de problemas. Para terminar, é também necessário que as lacunas relacionadas com a transmissão de dados sejam debeladas, para que Portugal tenha um sistema de mobilização, que lhe permita contribuir para a sua defesa. Abstract: The aim of the work is to study the mobilization process and its execution system, able to assure Human Resources, in a timely manner, to point potential needs and look for possible solutions to address gaps and problems identified, in order to improve the system. To accomplish the goal of the work, we resort to the available legislation and documentation to support the investigation and to check for gaps. We have performed interviews with the responsible entities under the National Mobilization System, the Ministry of Defense and the branches of the Armed Forces, in order to obtain the necessary expertise to build a knowledge framework resulting in consistent and knowledge of the individual responsibilities and the operation of the system as a whole. The main outcome we have obtained at the work completion, can be grouped into three major areas. Regarding the first, we can say that the existing law enables the mobilization with the objective of obtaining human resources, but needs some revision, since it has some shortcomings that hinder their proper functioning. Secondly, we can say that entities with responsibility for mobilization have their duties defined, but there are difficulties in how each one performs its tasks and gaps in how they are prepared. For mobilization to work there must be greater standardization of procedures, so that it can operate in a fast and accurate way. However, these shortcomings, in our opinion, are not difficult to solve. Finally, we noted that the mobilization operation and execution system has gaps, though, in our opinion, it has the right structure for our current reality. It is necessary that these shortcomings are addressed, making legislative changes, through the implementation of plans and exercises, in a manner that enables mobilization to take place with minimal problems. Finally, it is also necessary that the shortcomings due to data transmission of may be addressed, so that Portugal has a mobilization system able to assure its defense.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/10029
Aparece nas colecções:IUM - CRC - CEMC - Trabalhos de Investigação Individual

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MAJ Faustino Rainha.pdf1,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.