Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.26/10016
Título: Terrorismo vis à vis Desenvolvimento
Autor: Cerdeira, José
Palavras-chave: Al-Qaeda
Desenvolvimento
Governança
Motivações
Organizações
Terroristas
Terrorismo
Islão
Data: 2012
Editora: IESM
Resumo: O terrorismo é um fenómeno que representa uma ameaça à segurança internacional e que está frequentemente associada ao nível de desenvolvimento dos Estados, importando verificar a sua dinâmica com a frequência de atentados, vitimas e a motivação dos perpetradores de atos terroristas. Para tal desiderato, recorremos ao processo metodológico proposto por Quivy & Campenhoudt (2005), recorrendo à bibliografia de autores reconhecidos e à análise de dados disponibilizados por bases de dados credíveis, a Worldwide Incidents Tracking System, a Global Terrorism Database e o Banco Mundial procurando, através do método hipotético-dedutivo, obter as conclusões que nos respondam a esta problemática. Deste modo, desenvolvemos uma identificação dos Estados alvos de terrorismo e as vítimas mortais resultantes dos atentados, seguido de uma análise do seu nível de governança, que está estreitamente ligado ao desenvolvimento, recorrendo a dados disponibilizados pelo Banco Mundial. Pudemos verificar que, apesar do terrorismo não ser exclusivo de países subdesenvolvidos, predomina claramente nestes, ainda que as motivações dos autores de atentados tenham origens diversas. A este propósito, analisámos as motivações dos indivíduos, que nos surgem como multicausais, desde ideológicas, políticas, culturais, religiosas e socioeconómicas, sendo algumas destas independentes do nível de desenvolvimento dos Estados, estando outras estreitamente ligadas ao subdesenvolvimento. Foi ainda efetuado um “estudo de caso” da Al-Qaeda, em que relacionámos a atividade desta organização com o nível de governança dos países, tendo verificado que, também aqui, a predominância de atentados e vítimas mortais tem relação direta com níveis de governança mais baixos. Concluímos que, por um lado, o terrorismo tem predominância nos países com níveis de governança mais baixos, apesar de não ser um problema exclusivo destes e que este fenómeno acaba por ser também responsável pelo subdesenvolvimento dos Estados. Por outro lado, as organizações terroristas têm interesse em manter o nível de governança baixo, preservando as condições propícias ao seu desenvolvimento. O combate ao subdesenvolvimento e ao terrorismo deve, assim, ser alvo de uma abordagem múltipla aos níveis económico, político e militar. Abstract: Terrorism is a phenomenon that means a threat to international security and it is often associated with underdevelopment of States, therefore it is important to find the relation between the frequency of attacks, victims and motivation of the perpetrators of terrorist acts. In this essay we examined to what extent this relationship exists. In order to achieve that, we have focused on the methodology proposed by Quivy & Campenhoudt (2005), using bibliography of recognized authors, and analysis of available data from credible databases, Worldwide Incidents Tracking System, the Global Terrorism Database and the World Bank looking through the hypothetical-deductive method to get to the conclusions and answer this issue. Thus, we have identified the states targeted by terrorism and the casualties resulting from attacks, and then examined the level of governance that is closely linked to development. By using data provided by the World Bank. We concluded that although terrorism is not exclusive to developing countries, that it clearly predominates on them, even though the motivations of perpetrators of terrorist attacks have different origins. Therefore, we also analyzed the motivations of individuals, which can be multi-causal, ideological, political, cultural, religious and socio-economic, some of which are independent of the level of development of other states, but are closely linked to underdevelopment. It was also made a case study of Al-Qaeda, that related the activity of this organization with the level of governance of the country, in which we concluded that the predominance of attacks and fatalities is directly related to lower levels of governance, too. We concluded that, on one hand, terrorism has predominance in countries with lower levels of governance, though not an exclusive problem of this phenomenon and that turns out to be also responsible for the underdevelopment of the States. On the other hand, terrorist organizations have an interest in keeping low level of governance and at same time, conditions favorable to their development. The fight against underdevelopment and terrorism must therefore be the target of a multiple approach to the economic, political and military levels.
URI: http://hdl.handle.net/10400.26/10016
Aparece nas colecções:IUM - CRC - CEMC - Trabalhos de Investigação Individual

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CTEN Mendes Cerdeira.pdf1,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.